Comentários Comentandos

Cara, essas histórias de Bratislava tão dando pano pras mangas, né? Mermão, como teve gente comentando nesse post, principalmente pra me zuar, claro.

Comentários sobre o “gato vegetariano”

1 – Paulistana has left a new comment on your post “Couch em Bratislava“:

Claudio, pode ser que o gato dela comia ração vegetariana, já ouvi falar disso. Verdade que vc nao perguntou pra ela se ele comia carne ou nao? Fiquei curiosa.

E dá vontade de ir pra lá só pra conhecer essa balada, que foda!

Abs paulistanos

2 – Bruno Bononi has left a new comment on your post “Couch em Bratislava“:

Cara, por mais favorável que eu seja ao vegetarianismo/veganismo, preciso admitir:

O povinho chato!! Puta merda. Não poder sequer comer carne na casa da mulher é foda. Tipo, será que ela leva REALMENTE uma vida 100% vegan? Não consome nada de origem animal?

E se a cidadã realmetne força o pobre do gato a mesma dieta, ela é uma imbecil.

No mais, puta idéia genial uma balada num bunker. Mas a parada tinha alguma ambientação que lembrava a um bunker/ abrigo anti-guerra nclear, ou era uma balada “normal”?

Abraços

3 – A torneira ficava sempre aberta ou o gato tinha hora para beber água??? [2]

outra: o que o gato comia, afinal?

R – Cara, eu realmente esqueci de perguntar na hora pra ela essa parada. Beleza, ela é vegetariana e talz. Mas e o gato dela, o que ele comia? Eu não sei se ele comia ração de origem animal não, mas do jeito que a mulher era fanática (me lembrou um couch que eu fiquei em goa), eu não duvido que ela tivesse achado alguma ração vegetariana apenas para gatos. E outra, a torneira não ficava aberta não. O gato dava um jeito de beber água em algum lugar e, caso houvesse alguém em casa, o gato quando queria beber água, ficava do lado da pia esperando que alguém abrisse a torneira para ele beber. Era engraçado como ele sabia que alguém abriria a torneira pra ele caso ele ficasse na pia.

E sim, a balada no bunker foi doida demais…


4 – maricotinha has left a new comment on your post “Couch em Viena”:

O que você vai fazer quando terminar de escrever no blog? Cair na estrada de novo?

R – Bem, primeiramente estudar pra concurso. Passando, volto a viajar novamente 😉


Comentários sobre a “maneira de acordar” na Eslováquia..

5 – G.Aragao has left a new comment on your post “Couch em Bratislava“:

Eai Claudiomar….

No apice da estoria vc vem de novo vem com essa de deixar para a prox!!! PQP assim vc vai a galera de curiosidade.

Eai qual vai ser?

1) pegou as duas

2) Pegou uma de cada vez?

3) pegou soh uma?

4) dormiu abracadinho com o gato e o Hugo??

heheheh

Abracao

6 – Name has left a new comment on your post “Couch em Bratislava“:

Claudiomar acordará desorientado junto com o seu velho amigo e amante que ja estava esquecido nas suas memorias, o kanguru que havia estrupado ele e sua amiga

7- Anônimo comentou:

resposta da pergunta acima:

dormiu abracadinho com o gato e o Hugo

(ele tem namorada, galera! Não sei o que aconteceu por lá, porém – pelo menos na história oficial – será esse o desfecho)

R – Cara, é engraçado como esses posts mexem com o imaginário da galera. É cada um que me aparece. Até o canguru neguinho achou de postar nos comentários… Pra quem não entende nada sobre esta história do Canguru, favor checar os comentários deste post.

8 – E por último, Bruno Bononi has left a new comment on your post “Acordando na Eslováquia”:

“(…) Pense que nos desenhos animados, quando alguém está nervoso, eles sempre dão a dica de imaginar que todo mundo está pelado. Pode ser que dê certo…’. Tentei fazer isso, mas depois de uns dois minutos, er… digamos, diria que não ajudou nem um pouco… O jeito foi pedir licença e inventar pra elas que ia tomar um banho…”

Sei… banho. Maranhense negando fogo para tudo o que era européia, tava numa seca desgraçada (o canguru não ligara mais desde então), se depara com duas eslovacas semi-nuas e começa a imaginá-las peladas. Detalhe que tinha acabado de acordar, e é de conhecimento popular que muitas vezes nós homens acordamos em “estado de continência”.

Sei o que você foi fazer nesse “banho” Sr. Claudiomar. Deve ter deixado o colega de viagem em carne viva.

Isso mais o episódio da mina tendo orgasmos com a tua poderosa massagem deve ter garantido suas noites solitárias pelo resto da viagem, só rebocando a parede dos banheiros alheios.

hehehehe

Só tu mesmo…

Abraços

R – E precisa de comentários?? hehehehe…

2 comentários em “Comentários Comentandos

  1. ótimo blog! bons comentários!

    postando so pela emoção de comentar os comentarios ja comentados kkk…

    se ele comentar isso aqui, vai virar um comentário do comentário dos comentários ja comentados, ja pensou? e esse ciclo é infinito, nao tem vocabulo na gramatica que me segure, meu amigo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s