Armistício pós-eleição

E acabou.

Vimos chegar a quarta-feira, acabar brincadeira, rasgar fantasias, bandeiras se desmanchando. 
Acabou a eleição mais acirrada da história.
Agora é o momento de voltar a fazer as pazes com todo mundo que saímos na mão nesses últimos dias. Hora de parar de imaginar que política é como futebol, Fla x Flu, e começar a conversar com os amigos de uma forma civilizada.


É hora de tirar a sua assinatura daquele abaixo-assinado, que eu sei que você só assinou porque estava no calor do momento, perceber o quanto é ridículo querer ganhar a eleição no tapetão e pensar até em contratar o advogado do Fluminense. Vamos parar de se ridicularizar e querer imaginar que qualquer coisa pode dar Impeachment, né?

– Impeachment de Alckmin
http://spressosp.com.br/2014/10/24/apos-audio-vazado-da-sabesp-oposicao-pode-pedir-impeachment-de-alckmin/
– Impeachment de Dilma
http://www.diariodopoder.com.br/noticias/impeachment-de-dilma-ja-tem-575-mil-assinaturas-2/

O Brasil não vai virar uma Cuba ou uma Venezuela e nem iria virar Miami como os coxinhas imaginavam. Caso o Aécio fosse eleito, o Brasil ia continuar sendo o país que é, com seus pequenos avanços anos após anos. A Belíndia vai continuar se aproximando mais da distante realidade da Bélgica mais se distanciando bem mais rápido da Índia.

Coxinhas amigos, o PT não é um partido baseado na corrupção, isso é o PMDB. Petralhas amigos, o PSDB não é o partido que nos vai trazer o apocalipse caso eleito, isso é o PR que no DF não só tinha um ex-presidiário candidato a governador, Arruda, como se orgulhava disso.

Nem o PT, nem o PSDB são partidos fisiológicos, são partidos que possuem corruptos entre eles. Isso é o problema de um sistema eleitoral que leva ao máximo o significado da palavra “pluralismo partidário” como se isso fosse um conceito absoluto e democrático.

Devido ao nosso “pluralismo democrático”, em 2015 teremos 28 partidos no Congresso Nacional. Pode parecer trivial, pois apesar do poder propositivo dos partidos com um ou dois deputados ser quase nulo, o poder de travamento do Congresso de cada um deles é tremendo. Basta apenas ver o  barulho que o PSOL, com seus três deputados, fez na legislatura passada. Apesar do PSOL tentar a todo momento travar o Congresso por sua ideologia, as legendas de aluguel o fazem por cargos, influência, interesse próprio. Sendo mais claro, para roubar dinheiro. Aí reside o principal problema de corrupção brasileira e não no PSDB ou PT.

Dizer isso não é ser conivente com corrupção ou apoiá-la, é simplesmente achar uma burrice sem tamanho querer jogar a culpa da corrupção em quem não é o verdadeiro problema, fazendo exatamente o jogo que PP, PMDB, PR, PTB, esses os principais problemas, querem que joguemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s