Diario de um bombeiro, parte 4

OOllaaa… cheguei…

Mais uma semana que se passa, um mes que se passa desde que cheguei na australia… caraca… passou tao rapido, parece que era ontem que eu estava fazendo contas e mais contas com o dolar ficando um centavo mais barato ou caro ou entao que eu estava indo ao show da tati quebra barraco com a Fe na vespera de eu pegar meu aviao em direcao a Sidney…

Um mes depois, ingles melhor, desespero menor, emprego na mao (porco, quer dizer, fico molhado lavando carro o dia inteiro, mas pelo menos trabalho 3 vezes por semana me sustento e ainda tiro uma grana), saindo da casa da tailandesa, Jonas chegou, gracas a deus, algum amigo em casa e o melhor, que entende o que as pessoas falam em ingles no telefone…

Nao vou dizer que esta uma maravilha aqui, mas com toda absoluta certeza, ta muito melhor que os meus primeiros dias de Sidney assim que cheguei, mas vamos la as novidades…

Ontem jogamo uma bola com uns gringo… foi muito engracado, lembrei do futebol que uma vez o meu semestre da UNB jogou num churrasco, foi Brasil (meu semestre) contra o resto do mundo (chineses e nao lembro o resto), ontem foi a mesma coisa, a galera quase fez um time so de brasileiro (claro, joguei do lado dos brazuca) e outro time so de estrangeiro, nao precisa dizer que nos batemo os caras, ne? Mas po… foi meio chato, deu uns vinte minutos ninguem aguentava mais nada (parecia o Brunao jogando bola) e ai resolvemo jogar um travinha 8 X 8 com meio campo, nao precisa dizer a bagunca que ficou… e pra variar, claro, sai de la com o singelo apelido de maradona (mais pelo fato da semelhanca fisica do que pelo futebol apresentado)…

La no carwash, depois dos primeiros dias de chicotadas e chibatadas a mulher agora ja ficou mais de boa, inclusive ela tava ligando insistentemente pra uma amiga minha (ja que a mulher nao tinha meu cel, ou tinha perdido, sei la), pedindo pra eu ir trabalhar la… que tinha gostado bastante do meu trabalho e talz, quer dizer, ja goso ate de uma certa “moralzinha” no carwash, servico nao muito pesado, mas com o grande problema e’ que e’ CHATO, CHATO PRA CACETE, ficar lavando carro 8 horas seguidas com uns cinco minutos pra poder comer alguma coisa no que se poderia dizer de horario do almoco e no final ainda ter que voltar todo molhado pra casa, mas por cem dolares por dia de trabalho (sendo que com 250 dolares por semana vivo melhor do que vivia em brasilia) e sem ter que ficar limpando pneu e aguentando afegao pagando de boy (ces tinha que ver o oculos escuro do bicho quando eu fui pegar meu pagamento, puta merda, afegao playboy so na australia mesmo), no final do dia vale a pena…

Mas a melhor parte do carwash nao e’ essa… esta acontecendo comigo um fenomeno tipico das pessoas que trabalham em industrias de chocolate… eu vi uma vez uma reportagem falando que o melhor tratamento para chocolatras largarem o vicio era paradoxalmente enfurna-los a trabalhar dentro de uma fabrica de chocolate, pois ao passarem o dia inteiro sentindo aquele cheiro de chocolate no trabalho, os mesmo acabam enjoando e nao sentem mais vontade de comer chocolate, passando ate mesmo a odia-los (isso claro, excetuando-se willian wonka e os Oompa Loompas ja que eles recebem seu pagamento em cacau, ainda que trabalhem com chocolate o dia inteiro) … comigo esta acontecendo a mesma coisa, porra… o que eu mais tinha vontade de comprar na minha vida era um carro tipo uma bmw ou uma mercedes, mas agora eu passo o dia inteiro lavando bmw, vidro de mercedes benz, aspirando banco de pajero, polindo porche, ja tou de saco cheio, enjoei, nao aguento mais ver esses carros, sabe quando comecar a ficar sem graca? Quando chegar em casa vou pegar a grana que eu tava juntando pra comprar o meu bmw Z3 e vou comprar agora um golzinho mesmo, puta carrinho bonitinho e ainda sai mais barato para limpar no carwash (nao que tenha gol aqui, mas carro menor e’ mais barato). Enchi o saco de mercedes-benz

ontem eu e o jonas fomos ver uns pico pra morar (nus, ja tou falando que nem paulistano), foi muito engracado, jonas chegou e falou pra mim, nao maranhao, achei uma casa razoavel pra gente poder morar, nao sei se tu vai gostar de la, eu achei mais ou menos, e o melhor e’ que e’ perto da praia e tem o mesmo preco do apartamento da tailandesa, mas jonas tu moraria la? Claro cara, de boa, porra jonas, se tu que nunca morou longe da familia, ta dizendo que vai morar, nao vai ser eu, macaco velho com cinco anos fora de casa que vou ficar reclamando, lugar pra mim nao tem que ser bom, o preco que tem que ser…

ledo engano… CARALHO quando agente chegou deu vontade de sair correndo, foi muito engracado, comecou que agente nem bateu na porta porque la NAO TINHA PORTA, fomos entrando, era um conjunto de casas, a semelhanca perfeita com os ambientes sombrios e tenebrosos de silent hill e resident evil eram, claro, pura obra da minha imaginacao, agente foi adentrando dentro de casa, tinha um gordo com uma cara de capanga, barba por fazer, bebendo uma cerveja, com uma cara de uns 30 anos, fumando e vendo tv, jonas perguntou aonde estava o dono da casa, o bicho nao falou nada, so olhou de canto de olho e apontou!! E la vai agente conversar com o dono… Sabe aqueles hippies que agente ve na praca deodoro (sao luis) ou em frente ao patio brasil (brasilia)? O bicho era igualzinho, mas igualzinho mesmo, cabelo grande e ruim, tatuado, cheio da marra… veio falar com agente na ginga e talz, quando o bicho me mostrou os quartos, eu so faltei correr, os banheiros, meu deus do ceu parece que o bicho deixava encardido de mal, por um momento achei ate que ia saltar algum bicho em cima da gente, quando ele levou agente pra conhecer o outro quarto, a melhor parte, parecia filme americano, tinha um chines sentado, CARALHO, O BICHO TINHA MUITA, MAS MUITA CARA DE MAFIOSO, SO OLHANDO O BICHO, fumando com um cigarro no canto do boca e claro, como todo bom mafioso, contando dinheiro no meio da sala, fumando com o gordo, meu deus do ceu, so valei thank you, virei pro jonas e VAMO EMBORA DESSE PARDIERO O MAIS RAPIDO POSSIVEL!!!! Nossa, morar com a tailandesa por um momento parecia tao agradavel quanto morar com o welton… de boa, jonas falou vamo embora, MAS PRA ONDE? Claro, como toda boa historia nao tinhamos casa pra dormir o proximo dia… COmecamos a pensar, comecei a ligar pra alguns amigos brasileiros ate que enfim agente achou um anuncio no meio da rua falando de um apartamento pra alugar… fomos ver, um quarto pra duas pessoas do tamanho do da tailandesa e MAIS BARATO, sem mafiosos e gordos mal encarados, so com mais dois chineses na casa, agente nem pensou nada, e§ aqui que agente vai morar…

e eu de tanto falar mal da tailandesa, ontem fiquei de conciencia pesada, a mulher tava indo embora de casa e danou se a dar um bando, mas UM BANDO DE COISA PRA GENTE, deu cabide, fronha, colcha, prato, colher, faca, garfo, torradeira, panela, frigideira… eu acabei foi ligando pra uns brother meus brasileiros e perguntando o que os bicho tavam precisando na casa deles, os bicho falaram e la fui eu, claro, sugar mais a mulher… cabou que eu e o jonas vamo e§ acabar vendendo aquilo tudo e vamo ficar com a grana.. uhauehuhe… mas a mulher deu tanta coisa pra gente que o jonas acabou ficando foi sem graca e ainda deu um par de havaianas pra mulher, como um brazilian gift

galera… vou parando por aqui… hoje e§ pay day, e tenho que ir no carwash pra poder pegar todo o meu dinheiro de rapaz trabalhador…

abracos maranhenses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s