Hong Kong – Na maior escada rolante do mundo

Nossa, essa faz tempo que eu fiz… Eu tinha ate me esquecido… Foi um video que fiz enquanto estava na maior escada rolante do planeta!!! Hua hua hua!!

Fica em Hong Kong! ! Ela te leva do sopé de uma montanha até a metade da altura dela! O que tem no final? Nada, absolutamente nada! Você apenas desce de volta depois. Coisa de chinês… Mas pelo menos eles tem a maior escada rolante do mundo!! Da pra ver o tempo em que eu ainda tinha cabelo grande, heheheh.
Abraços maranhenses!!

Obs: Se tudo estiver normal e nada de errado acontecer… Amanha tem post novo!! Post sobre a Indonésia!!
Obs2: Tou no Camboja!!

Hong Kong e Macau

Enfim, depois de tanto tempo enrolando, vou postando sobre Hong Kong e Macau. Tou quase ha duas horas aqui na Lan House e um sol escaldante pela janela! Enfim, ai´vai. Eu so tou dando risada e´ dos comentarios que geral ta fazendo. Mermao, neguinho ta ficando insano, tem desde SPAM ate´gente corrigindo meu portugues, hahahaha. Serio, lembrem-se que o tempo aqui e´ curto, a internet e´cara e nao tenho corretores em Portugues, portanto amigos, perdoem algumas escapadas que eu deixar passar, certo? 🙂

Mermão, você não fazem nem idéia! Aconteceu uma história muito escabrosa! Teve um post lááá atrás que eu escrevi algo relacionado à japinha e ao “virgem de 40 anos”, não sei se vocês lembram. Falei também do couchsurfing.com e de uma menina que conheci pelo mesmo. A que morava numa casa que só tinha mulheraça e que tava me chamando pra tomar uma cerveja. Mermão… pra que?
Vocês acreditam que teve um cidadão que se deu ao trabalho de copiar o post inteiro, sublinhar os “melhores momentos”, botar comentários em parágrafo por parágrafo e mandar, via e-mail, anonimamente, pra uma pessoa bem especial que tenho em Brasília? Rapaz, dá pra acreditar nisso? Eita, mas foi um quebra pau pelo telefone depois que não tá escrito, meu amigo!
Quando eu soube disso eu fiquei injuriado! Fiquei pensando, o que leva um cidadão a perder parte do seu tempo só pra me prejudicar. Pai viado? Mãe na zona? Irmã fazendo sexo com porcos? Diga aí… O cara se deu ao trabalho de sublinhar e ainda deixar uns comentários do tipo “olha o que ele falou, vai deixar barato?”. Heheehehe…
Como falei, no começo eu fiquei doido de raiva e pensei até em falar aqueles chavões imbecis do Orkut do tipo “sua inveja faz minha fama” ou algo assim, mas pra mim isso é mais ridículo ainda. Preferi deixar pra lá e ficar só dando risada, imaginando o quão mesquinha essa pessoa deve ser.
A partir de agora vocês podem ter certeza que o blog vai vir com um censura leve, porque o que eu não quero é dor-de-cabeça. Se rolar algo que eu não possa postar aqui, agora só por e-mail pra amigos. Hehehehe. Vou ter que me acostumar com a presença desse meu “Grande irmão” (Big Brother).
Mas enfim, o importante é que no final eu sempre dou risada de tudo e olha só, SEU IMBECIL, já conversamos e já está tudo de boa. Pra esse tipo de gente eu tenho uma música do Cazuza na ponta da língua. Chama-se ‘Blues da Piedade’ http://www.youtube.com/watch?v=mpEDQX8eOZs.
Cerveja de qualidade a 50 centavos de real.
Viva a exploracao de mao de obra chinesa.

Hong Kong e Macau – Um pouco sobre

Então, antes de escrever qualquer coisa relacionada à minha viagem pra Macau e Hong Kong, seria bom que já ficasse bem claro que a realidade vivida nessas duas regiões administrativas é BEM longe da realidade da China Continental. Você pode até dizer que Macau e Hong Kong não são China, apesar de serem parte do mesmo país.
Hong Kong e Macau são regiões administrativas da China. O que isso quer dizer, trocando em miúdos? Basicamente que são ilhas totalmente diferentes da China Continental. Os dois lugares foram tomados da China em períodos diferentes e colonizados por países europeus, Macau por Portugal, Hong Kong pela Inglaterra. Devido a esta colonização ocidental, estas duas ilhas possuem uma grande influência européia e grande autonomia. Em Hong Kong e em menor escala em Macau, do atendente do aeroporto ao motorista do busão, quase todo mundo fala inglês ou pelo menos entende o que você tá perguntando. Outro fato engraçado, é que Hong Kong e Macau tem as suas próprias moedas e os cidadãos dessas regiões, apesar de chineses, possuem seus próprios passaportes (o passaporte de Hong Kong inclusive é melhor que o brasileiro). Em Hong Kong eles utilizam o dólar de Hong Kong e em Macau a “pataca”. Mas com certeza, com toda certeza, o que mais me chocou e realmente me convenceu que Macau e Hong Kong NÃO SÃO CHINA, refere-se ao fato da liberdade de expressão.
Arranha céus no centro de Hong Kong

A chinesa que me hospedou, me falou que Hong Kong é um dos poucos lugares na China que eles falam que ainda possuem liberdade. Só pra vocês terem uma idéia, enquanto estive por lá, pude presenciar dois protestos, um de imigrantes pedindo mais flexibilidade do governo de Hong Kong e outro em memória do massacre da paz celestial (http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/story/2004/06/040604_chinamtc.shtml)
Adoro esses jornais com ideogramas

Além disso, pude ver várias fotos que mostravam membros da Falun Gong (http://pt.wikipedia.org/wiki/Falun_gong) totalmente dilacerados devido a tortura sofridas pelo governo chinês. Acho que vocês não tão me entendendo, estou falando de protestos contra o governo chinês, DENTRO DA CHINA. Isso é algo impensável de ocorrer dentro da China continental (O polonês, namorado da chinesa que me hospedou, falou que por várias vezes, antes de acessar a internet na China continental, pediram o passaporte dele pra poder fazer uma cópia).
Outro fator importante relaciona-se ao visto. Enquanto pra ir a Pequim ou Xangai, cidades da China Continental, você enfrenta uma burocracia IMENSA além de uma taxa nada amigável de 100 dólares, a maioria das nacionalidades não necessitam de visto pra poder entrar em Hong Kong e Macau, excetuando-se os chineses é claro.

Cartão em português

Hong Kong e Macau – Perambulando…

Cara, sem sombra de dúvidas, o que mais me chamou a atenção em Macau e em Hong Kong foi o fato de como eles vivem. Mermão, os caras vivem empilhados, meu amigo! Fiquei uma semana nessas duas ilhas e não pude ver ninguém morando em casas! Por todo o canto são arranha-céus imensos com um bando de janelinhas e várias pessoas morando umas em cimas da outras. Os apartamentos são tão pequenos que são quase do tamanho de uma caixa de geladeira. Tudo isso devido ao valor do metro quadrado que hoje chega ao absurdo e também ao tanto de gente que precisa morar por lá.
As duas cidades não se parecem em nada com as cidades de um país de baixo desenvolvimento humano como a China. Totalmente seguras, com poucos mendigos pedindo dinheiro e por aí vai. Só pra vocês terem uma idéia, eu pude ver mais gente esmolando em Seul do que em Hong Kong e Macau. Gente, isso é impressionante! Só pra vocês terem uma idéia, Kris (o polaco) me falou que quando você vai pra cidade chinesa mais próxima de Hong Kong, os mendigos não te deixam em paz implorando por dinheiro e comida pra você. Eles te perseguem por onde você vai!
A qualidade de vida das duas regiões é tão impressionante. Macau possui a nona maior expectativa de vida do planeta e Hong Kong a segunda, só perdendo pro Japão!
Em Macau também há dengue!
Qualquer dúvida, é só consultar o mapa
Macau
Como já havia falado antes, Macau foi uma colônia portuguesa durante muito tempo. Foi devolvido à China apenas em 1999. Possui como línguas oficiais o mandarim, o cantonês (ambas línguas chinesas) e o português. Certo, quase ninguém fala português hoje em dia por lá. Eu pra falar a verdade só vi português e brasileiro falando português, mas nada de oriental mandando ver na língua de Camões.
Tudo bem que ninguém fala português, mas ainda assim você tem muita diversão ao ver que todas as ruas e vielas de Macau são nomeadas em português.
Pode ter certeza que quem for proveniente de cidades como Salvador, Ouro Preto ou, mais notadamente, São Luís, pira ao ver aqueles casarões históricos! Cara, eu PIREI quando vi aquilo tudo, fiquei mais fascinado que criança em loja de doce!! Caraca, é complicado falar o que eu senti, mas bicho, é uma parada muito revestério!!! Imagina, você, do outro lado do mundo, encontra uma cidade que basicamente é IGUAL à cidade que você vive no Brasil!!
Pombas, tou ligado que numa cidade de colonização portuguesa você não espera encontrar templos ou construções com pilastras romanas, mas cara, você tá NA CHINA, DOIDO!! É chinês pra tudo que é lado, além de casarões históricos, igrejas, ladeiras, escadarias, janelas com estilo colonial… Tudo, TUDO por lá! Sério, só estando lá pra saber o que é o que eu estou falando!
Tem outro ponto importante de Macau que eu também esqueci de mencionar. Toda vez que eu falava pros chineses que moravam comigo lá nos EUA, que eu iria a Macau, a primeira coisa que eles perguntavam era: – Ué, Claudio, você gosta de jogar em cassinos? Hahahahe. Sério doido, depois de algum tempo eu conseguia explicar pros figuras que não, que eu estava indo devido a colonização portuguesa e blá blá blá. Cara, Macau também é conhecida como a capital oriental dos jogos de aposta! Mermão, como tem cassino naquela parada! É cassino pra todo canto e lado!
Dentro de um dos varios cassinos presentes em Macau. Os bichos sao tao ignorantes que possuem uma pequena retratacao de Veneza dentro do cassino.
Prédios!

China: Os surpreendentes fatos sobre o dragão asiático que nunca te contaram!

Cara, não é de hoje que a China tá ocupando o noticiário internacional devido ao seu crescimento impressionante. Taxas de crescimento do PIB, de dez ou onze por cento por ano impressionam. O problema é que quase ninguém se pergunta como eles conseguem isso…

A China, apesar de cinicamente afirmar ser um país comunista, funciona hoje como uma selva capitalista. Os direitos trabalhistas lá são uma piada e a legislação ambiental não existe. Fica bem mais fácil as empresas terem lucro desse jeito.

Vamos lá, vou tentar ser didático.

 

APENAS UMA ENGRENAGEM NA MÁQUINA, A DESUMANA VIDA DE UM OPERÁRIO CHINÊS

 

Qual é um dos fatores mais importantes para o crescimento de uma economia nacional? Crescimento de produção, certo? E quem produz numa economia nacional? Basicamente empresas, estatais e privadas (o Estado não produz renda, no máximo distribui e famílias quando produzem algo, agricultura familiar por exemplo, no “economiquês” começam a contar como empresas). Logo, quanto mais as empresas produzem, mais elas podem vender e quanto mais elas vendem mais o governo arrecada em impostos e redistribui pela economia, correto? Logo, quando mais produção nas empresas, mais crescimento na economia.

E o que faz as empresas produzirem mais? Resposta? Lucros. Não falo apenas do lucro que vai pro bolso do empresário, mas lucro total da empresa, que em sua maioria é revestido na capacidade produtiva da própria empresa. Seguindo este raciocínio, concordam comigo que uma empresa que não tem lucro não se expande? Se ela começa a ter dívidas, ela começa a cortar gastos e não investe em aumento de espaço físico, compra de novas máquinas, contratação de mais pessoal etc. Logo, o lucro das empresas é extremamente importante e benéfico para economia como um todo.

Por que todo mundo hoje quer fechar parques produtivos nos seus países de origem e mudar pra China? Porque tudo lá é muito fácil. A carga horária semanal de trabalho na França é de apenas 35 horas por semana, o salário mínimo federal nos Estados Unidos é de 5,85 dólares por hora, se não me engano (em alguns estados o salário mínimo é de mais de oito dólares).

Salário mínimo na China? Ãhn? Direitos trabalhistas? Como? Direito de greve? Saúde pública? Não existem hospitais públicos na China. Andei pesquisando pela internet e parece que até existe uma legislação trabalhista na China que fala em salário mínimo, mas na realidade ninguém nem sabe o que é isso… Vários chineses já me falaram como funciona na prática a situação por lá. Salário mínimo ninguém nem sabe o que é, greve é resolvida na bolacha e se você ficar doente é bom que você fique logo bom, porque senão o cara te joga na rua sem nada no bolso (Como dizia um amigo meu chinês “Na China tudo é muito barato, inclusive vidas humanas”). Sem falar que não é raro acontecer do cara não receber e não ter a quem recorrer.

 

MEIO AMBIENTE: PREOCUPAÇÃO DE VEADO. DE ONÇA. DE CAPIVARA…

Outro fator que, como disse o Paulinho da Força Sindical, antes era “preocupação de veado” e que continua sendo “preocupação de veado” na China, está relacionado ao meio ambiente. Você pode achar que é pouco, mas, segundo o Banco Mundial, das nove cidades com piores níveis de qualidade do ar, quatro são indianas e três são chinesas (http://siteresources.worldbank.org/DATASTATISTICS/Resources/table3_13.pdf). A China, apesar de ter uma economia bem menor que a dos Estados Unidos, já ultrapassou os EUA em emissão de gás carbônico. Logo, qual o preço desse crescimento descontrolado?

 

E O MOTIVO TODO MUNDO JÁ CONHECE, É QUE O DE CIMA SOBE E O DE BAIXO DESCE

 

Andando por Hong Kong e Macau, fiquei impressionado com o desenvolvimento humano dessas duas regiões administrativas, sobre como duas regiões chinesas conseguiram atingir um nível de vida semelhante ao europeu. Hong Kong possui um índice de desenvolvimento humano maior que a Alemanha, Macau um pouco menos, mas ainda assim mais que a Coréia do Sul.

Depois lendo um pouco mais sobre os dois, acabei descobrindo que estas duas regiões são nada mais do que a retratação perfeita do crescimento chinês. Por que Hong Kong e Macau podem ter uma qualidade de vida européia enquanto a China continental uma qualidade semelhante à da Armênia e do Suriname? Simples, concentração de renda!

Estas duas regiões administrativas são dois portos de entrada extremamente importantes na China hoje, devido ao seu caráter absurdamente liberal. Como já expliquei pra vocês, é bem fácil conseguir um visto pra Hong Kong e Macau. Isso acaba fazendo com que um país que possui o quarto maior PIB do planeta, possua grande parte de suas transações concentradas em duas regiões. Criam-se duas ilhas de desenvolvimento em território chinês, barra-se a entrada para chineses continentais e assim vai caminhando a humanidade. Só pra vocês terem uma idéia do que falo, saca só a curva de concentração de renda da China desde que eles iniciaram esse surto de crescimento.

Tudo bem, sei que a concentração de renda no Brasil é bem pior do que na China, mas pelo menos hoje estamos crescendo 5% com distribuição de renda e outras benesses. Por isso que é uma imbecilidade muito grande defender este tipo de modelo de crescimento para o Brasil, baseado apenas no fato de que precisamos crescer mais. No Brasil várias legislações não funcionam, mas pelo menos três eu sei que funcionam muito bem: trabalhista, direito do consumidor e desportiva (o Romário que o diga!). Quem já foi posto na justiça por empregada doméstica sabe muito bem do que eu tou falando.

 

ENTÃO, VALE O PREÇO?

 

Outro fator que também não tem como comparar é a nossa legislação ambiental com a deles. A hidrelétrica da Ponta do Madeira na Amazônia é um dos mais grandiosos e impressionantes projetos de engenharia já realizados, a menina dos olhos de ouro do governo Lula, mas até eu sair do Brasil não tinha começado a ser construída. Por quê? O IBAMA não tinha liberado o início das obras e não ia liberar enquanto não achasse que a usina causaria o mínimo impacto ambiental possível. E enquanto o IBAMA não liberar, pode vir Lula, Bush e o que for, mas não começam as obras.

Crescimento a qualquer custo com supressão das liberdades individuais e sem democracia nós já tivemos. Os anos negros da ditadura militar foram anos de um surto de crescimento que não víamos desde a era Vargas, mas foi baseado em que? Arrocho salarial, concentração de renda, supressão de liberdades individuais, censura e legislação ambiental frouxa. Exatamente como a China hoje. Crescemos? Sim! Desenvolvemos? Sim! Mas qual foi o preço pra isso?

Eu só acho engraçado que a mesma esquerda que lutou contra o governo militar brasileiro, hoje apóia um governo assassino e fascista, apenas porque ele diz que é comunista. É como disse o Dalai Lama outro dia, um modelo de crescimento baseado na exploração de mão-de-obra escrava não vai se sustentar pra sempre…

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

Hong Kong – Show de luzes


 
Galera, hoje era pra ser dia de post, mas aconteceram alguns imprevistos e portanto nao consegui postar. Hoje tou indo pra uma ilha no sul da Tailandia, chamada Ko Tao (http://en.wikipedia.org/wiki/Ko_Tao). Tou levando meu laptop comigo, pra poder ir adiantando o trabalho (ta vendo? Penso nos meus fieis leitores ate na beira da praia, hehehe). De la sigo pra uma outra ilha aonde vai rolar a mais que famosa Festa da Lua Cheia (Full Moon Party http://en.wikipedia.org/wiki/Full_moon_party).

Como pedido de desculpas por ainda nao ter postado as analises e fotos sobre a China, coloco esse show de luzes que presenciei em Hong Kong.


É um show que é show demais (aaaahhhh, trocadilho infame!! Heheheeh)! Todos os dias as 8 da noite, em um dos piers principais de Hong Kong eles fazem um show de luzes que “dancam” ao som de uma musica de fundo. Todos os principais edificios de Hong Kong sao equipados com essas luzes pra que permitam um show muito interessante. Dura por volta de uns 20 minutos. Doido demais!

Desculpem pela falta de acentos e alguns erros de portugues (tou postando aqui numa vula danada, tou num internet cafe israelense em que apenas os 30 primeiros minutos sao de graca e ja usei 28 minutos)

Abracos maranhenses