O que fazer em San Pedro de Atacama

Depois de Santiago peguei um voo para Calama. Quando desci peguei um transporte por terra direto do aeroporto para San Pedro de Atacama, cidade chilena porta de entrada para o deserto do Atacama e também para o passeio do Salar de Uyuni Boliviano. Já quando você está no desembarque do aeroporto, vem uma galera oferecer transporte terrestre para San Pedro do Atacama, o que, depois analisando, tem um preço que compensa. Logo na saída há um verdadeiro mar de pick-ups no estacionamento que em sua maioria são alugadas pelas empresas de mineração, já que são 4X4, robustas e aguentam o pancadão de andar no meio do deserto. Elas são vermelhas para, em caso de algum problema, serem mais facilmente avistáveis. Também servem alguns turistas que desejam se aventurar pelo deserto.
Caminho de Calama a San Pedro de Atacama com suas retas infinitas no deserto e as pás de energia eólica no melhor estilo Top Gear
Pickups para aluguel
No caminho vários memoriais
Quando ainda estava em San Pedro de Atacama, o céu resolve nos brindar com esse pôr-do-sol maravilhoso

San Pedro do Atacama é uma cidadezinha pequena e é como Bonito no Rio Grande do Sul (veja o post sobre Bonito aqui), vive nitidamente apenas para o turismo. Para onde você olha é agência de turismo, restaurantes, baladas, hotéis e albergues para acomodar a galera que quer se aventurar no Atacama ou seguir para Uyuni na Bolívia. Outra coisa engraçada que logo descobri é que tem tanto, mas TANTO brasileiro viajando por lá que um guia me falou que eles tão quase para mudar o nome da cidade para “São Paulo do Atacama”. Inclusive cheguei a conhecer alguns brasileiros que moravam lá pela cidade mesmo. Arrumaram um emprego e me disseram gostar de viver por lá devido a tranquilidade do lugar. Não consegui conversar muito com eles, pois eles pareciam meio arredios, não me davam muito papo e realmente pareciam não querer conversar comigo. Acho que é tanto brasileiro por lá, fazendo tantas vezes a mesma pergunta “como é morar aqui em San Pedro” que os caras acabam por encher o saco.

Inclusive conheci um filha da puta lá que me colocou maior medo sobre as montanhas bolivianas. Disse-me que fazia um frio de matar qualquer um. Quando eu disse que só tinha um sobretudo, um agasalho, uma calça e algumas meias, ele só faltou dizer que eu ia morrer congelado por lá. Gastei uma grana na cidade comprando meias, calças, gorros, luvas com preços extorsivos. No final nem precisei usar. Comprei tudo só por causa do medo que aquele filho da puta me colocou.

Igrejinha no centro de San Pedro de Atacama

No albergue em que eu estava conheci um ítalo-brasileiro que tinha acabado de chegar do passeio de Uyuni e tava encantado. Falou-me mil maravilhas da agência com que ele tinha contratado o passeio e me sugeriu de eu ir com eles, mas que iria pagar caro. Para quem quiser saber qual foi a agência, é só ir no site deles (http://www.sanpedrodeatacama.net/), sugiro demais contratar com eles. Lembrei dos nordestinos que conheci em Santiago (post passado que você pode conferir aqui) e não pensei duas vezes. O passeio seria por um ambiente alto, seco e com frio negativo. Nasci em uma cidade quente, úmida e ao nível do mar, tudo o que eu não queria era arriscar em um ambiente hostil como aquele.

Além disso, escutei relatos de se você pagar barato corre o risco de pegar um motorista bêbado, louco ou sacana. Ou os três juntos. Ou, pior, acontecer como o ocorrido com uma amiga de um brother nosso que estava viajando no meio do Salar quando do nada o motorista pergunta se alguém tinha uma bússola. Com a negativa de todos, após duas horas rodando, o motorista começou a chorar dizendo que estava perdido e que não podia morrer porque tinha mulher e filhos para sustentar. Assim, nessa sutileza. Cara, se o motorista que é a base da sua confiança em um deserto começa a chorar, você faz o que? Pois é, paguei caro para tentar evitar esse risco.

Paguei 100.000 pesos chilenos (uns 550 reais) pelo passeio, com todas refeições inclusas, alojamento e aluguel de um saco de dormir. Depois acabei descobrindo que nem paguei tão mais caro que a galera que contratava por San Pedro de Atacama mesmo. Acabou que casou certinho, cheguei em uma tarde a San Pedro de Atacama e no outro dia de manhã já estava partindo para as montanhas bolivianas. Tive até sorte, pois quando cheguei a San Pedro de Atacama era feriado no Chile, a cidade tava tão cheia que até água chegou a faltar e tava difícil conseguir vagas nos passeios.
Atacama

San Pedro tem vários passeios que você pode fazer, até cheguei a fazer um  conhecido como Vale da Lua devido a semelhança do terreno com o lunar. Achei legalzinho, mas acho que realmente não compensa fazer pois as paisagens que vimos no passeio do Salar de Uyuni eram muito mais interessantes. Todos os outros passeios que também haviam por lá, geysers, piscinas termais, passeios pelo deserto, pareciam bem mais ou menos e bem mais caros do que os que eu vi no passeio do Salar de Uyuni. Então, minha sugestão é, se vai para Uyuni e está com o tempo apertado, não gaste seu tempo fazendo esses passeios de San Pedro, vale muito mais a pena aproveitar a vida noturna da cidade, o que eu não tive oportunidade.

San Pedro de Atacama pela noite
Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

Um comentário em “O que fazer em San Pedro de Atacama

  1. Os gêiseres próximos do atacama são mil vezes melhores que os de Uyuni e o banho termal também, porque é no mesmo lugar dos gêiseres, enquanto em Uyuni é do lado de uma lagoa +-.
    Além disso em San Pedro tem um passeio astronômicoa noite que todo mundo fala bem..

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s