Lidando com a situação…

Ontem, enquanto escrevia o blog, aconteceu um fato no mínimo inusitado.

Entra pela porta principal, uma mulher, CINCO HORAS DA MANHÃ, com uma cara de desesperada. Pra melhorar a situação, rua deserta, eu sozinho na recepção do hotel e chovendo do lado de fora, cenário perfeito para um filme de terror ou para ocorrer um “maranhencídio”.

Vendo aquela situação, fui na direção da mulher pra poder falar com ela:

– Olá, tudo bem? Como posso ajudá-la?

– Tipo, tipo, é… Será se eu poderia ficar por um instante aqui dentro?? (Ela realmente parecia nervosa). Será se eu poderia dormir, deitada no banco de madeira que vocês tem aqui no lounge por algumas horas??

Cara, quando ela falou a primeira palavra pra mim deu pra ver que a mulher tava mais louca que o batman. Eu fiquei bêbado só com o hálito dela. A melhor de tudo não é essa, a melhor é que além de estar bêbada eu ainda teria que explicar pra ela como funciona um hotel. Deu vontade de falar pra ela, algo do tipo “minha amiga, sabia que o hotel é um lugar em que você PAGA PRA PODER DORMIR?? Depois de pedir pra dormir no banco daqui você vai fazer o que?? Vai em um restaurante pedir pra comer só um pouquinho??”. Pô, dá vontade de falar nisso, não dá?? Tá, mas confesso que tentei lidar com a situação com a velha “resposta clichê”:

– Olha, por mim até que você podia ficar aí e talz, dormir no banquinho de boa, mas eu fico preocupado é com meu chefe, já que ele vai já chegar daqui a pouco e ele pode não gostar. Veja bem, não é por causa de mim, mas é porque eu posso me dar mal mesmo e talz… Desculpa mesmo…

– Mas é que eu não tenho onde dormir. Acabei de brigar com meu namorado e eu não tenho pra onde ir…

Uuuuhhhh, sabe aquela coçadinha de queixo de ator pornô com aquele sorriso sacana?? Sim, foi desse jeito que eu fiquei na hora. Presa abalada psicologicamente e totalmente desprotegida à espera de receber o bote. Gorjeta à vista… Juro que já estava pegando o carimbo pra dar a “carimbada na fuselagem”, quando pensei que seria MUITA sacanagem de minha parte me aproveitar da situação em que a mulher estava pra conseguir “o que é que a gente quer”. Além disso, não valia o risco! Precisava pensar em um maneira de fazer a mulher ir embora, já que minha gerente REALMENTE já estava quase pra chegar.

Depois eu fiquei até pensando, a mulher briga com o namorado e no final acaba sobrando pra mim.

– Pois é, o que você tá pensando em fazer? (eu perguntei)

– Não sei, não tenho aonde dormir e tou pensando. Cê tem carro?

– Ãhn?? Não?? (pombas, a mulher era direta no ponto!!! Maria-gasolina total!!)

– Será que você poderia me conseguir um pouco de água?

Fui lá dentro e peguei um pouco de coca-cola pra ela (a mulher precisava de açúcar) e entreguei. A mulher tomou a Coca e não me falou nem “obrigada”. Ela tomou de uma vez e foi só falando depois:

– Será se você podia pegar um pouco mais de coca pra mim??

Ãhhhnnn??? Pronto, agora eu disse pronto mesmo! Será se eu fiz caipirinha no Santo Graal?? Será se eu colei chiclete na cruz?? Pra melhorar a situação a mulher ainda era mais folgada que colarinho de palhaço. Fui lá dentro de novo, dessa vez “com um olho no peixe, outro no gato”, com medo dela se aproveitar da situação pra meter a mão na caixa registradora. Peguei um pouco de água e dei pra ela. Aí veio a melhor parte:

– Ei, eu pedi coca-cola e não água. (FOLGGGGGGGAAAAAAAAADDDDDAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!)

– Tá, não posso te dar mais coca não, bebe essa água aí e fica de boa. (Já tinha começado a ficar puto)

– Ah, mas essa água tá com um gosto estranho, o que foi que você colocou? (Pronto, ela realmente achava que eu queria fazer ela de gorjeta!!)

– Não é nada não, é só água!

– Bebe aí pra eu ver! (FOLGGGGGGGAAAAAAAAADDDDDAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!).

Caraca, deu muita vontade de rir na hora, como eu tava doido de vontade pra ela ir embora fui lá e bebi.

– Tá vendo, não tem nada!

– Ah, mas eu queria coca! (FOLGGGGGGGAAAAAAAAADDDDDAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!)

– Minha amiga, eu já te falei que eu não posso te dar mais coca! Bebe essa água aí! Falando nisso, eu sei de um albergue bem baratinho que você pode ir se quiser, é só 20 dólares a noite.

– Ah, mas eu não quero ir na chuva, tá chovendo lá fora. (Pronto, a mulher já se achava em casa. Fiquei me imaginando naquela situação em que você joga umas pipocas pra uns pombos na praça e depois junta tantos bichos ao redor de você, que você não vê outra opção senão dar o saco inteiro pra ver se eles vão embora).

– Minha amiga, pega um ônibus e vai pra lá. Toma aqui um mapa que mostra como chegar lá de ônibus.

– Ah, mas eu não tenho dinheiro pra pegar ônibus.

– Porra, toma $1,25 aqui (fui lá e peguei na minha carteira). Agora VAI EMBORA!!!

Mlk, depois que eu falei isso, eu acho que ela se tocou, virou as costas e foi com o rabo entre as pernas pegar o busão. Caraca, ainda bem que ela foi embora, cara. Do jeito que ela tava se comportando eu tava vendo era a hora de ela pedir pra eu ir lá dentro e pegar um lençol e um travesseiro pra ela poder deitar no banco. Graças a Deus ela foi embora! Foi bater lá no albergue, hehehehehe. Virou problema de outro, hehehe. Cara, é isso que dá sempre querer ajudar as pessoas, mulher folgada que só amendoim em boca de banguela, meu…

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
 
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
 
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
 
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

2 comentários em “Lidando com a situação…

  1. KKKKKK Mt boa a história!!!!Tenho uma inveja boa das suas aventuras.. quem sabe uma dia..vou fazer meu primeiro mochilao pra europa.. mas sou doido pra conhecer o Oriente… Grande Abraço e sucesso!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s