Contos e desabafos de um mochileiro em Andorra

Na foto acima: Estava procurando um bar para almoçar em Andorra. Quando entrei  em um e vi o quadro acima, é lógico que percebi que tinha escolhido o lugar certo…

20160609_211040Depois de um tempo na África resolvi matar saudade da comida ocidental e fui a um Burger King. Ao ver o meu casaco do Brasil, a gerente se deu ao trabalho de sair lá de dentro e veio falar comigo que era brasileira. Abri um sorriso e perguntei se ela morava em Andorra. Rapaz, pra quê?
A mulher se desandou a falar que morava há 10 anos em Andorra, que tinha vergonha de ser brasileira, que achava o Brasil um lixo, que aqui era Primeiro Mundo, que não sabia como a gente conseguia suportar viver em um país de Terceiro Mundo e toda aquela ladainha que muito frequentemente escuto de brasileiros que moram fora do Brasil.
Eu fiquei educadamente escutando e de olho no meu Whooper que demorava para sair…
Em situações como essas eu sempre me pergunto: se não gostam, porque se dispõe tanto a ficar comparando os lugares que moram com o Brasil?
Na Argélia, na Tunísia, o pessoal me perguntava como era morar no Brasil e eu nunca dizia “Ah, o Brasil é bom demais, não é como ter essa vida lixo de se morar na África”. Eu, particularmente, não sinto necessidade de me auto-afirmar comparando a minha suposta boa vida com a de alguém supostamente pior.
Não sei, apenas fico triste com quem faz esse tipo de discurso. Para mim, todo lugar tem seus prós e contras e, mesmo já tendo morado em três outros países desenvolvidos, nunca me passou pela cabeça morar fora do Brasil. Porque, pelo menos para mim, a gringolândia é muito chata. Além de que eu nunca aguentaria ser a vida toda tratado como estrangeiro ou com a sensação de que estou vivendo na casa alheia.
Desculpem o desabafo, mas é que meu Whooper demorou a ficar pronto e essa gerente ficou um tempo no meu ouvido…
E, ah sim, tenho vários amigos brasileiros morando fora e esse desabafo não vai para vocês, meu problema não é com quem mora fora, mas com quem mora fora e tem como meta de vida ficar sempre falando mal do Brasil, principalmente no Facebook. Se não gosta daqui, desapega, oras
Outro desabafo é que depois de Andorra fui a Barcelona pegar meu voo de volta e foram quase onze horas a São Paulo. Voo durante o dia, ou seja, não consegui dormir. O problema não foi a FILEIRA de crianças aloprando nos bancos atrás e vez ou outra até me chutando. O cara do meu lado ia bufando tanto que eu fiquei com medo de ele puxar mais ar e explodir. Mas, enfim, todo mundo já foi criança um dia, é só aumentar o volume do fone que tá resolvido. O problema foi um cidadão que foi PEIDANDO de Barcelona até São Paulo. Mano, isso é muita falta de humanidade, não tem como fugir! Você, seu cabra safado, que peida em avião! Na próxima leva um sabugo porque criança a gente entende, mas ficar vazando por 11 horas é um pouquinho demais, haja vista que eu não posso deixar de respirar!!!!!
MALDITO!!!
Enfim, eu só precisava desabafar…

3 comentários em “Contos e desabafos de um mochileiro em Andorra

  1. Perdoe a moça, tadinha. Às vezes ela só tava muito tempo sem falar português e precisava desabafar 😛
    Parabéns pelo novo layout do blog, está beeeem melhor agora 🙂
    Os textos do Irã estão bem legais, as passagens de ida-e-volta saindo Bangkok (onde moramos) tá na casa dos U$350, é tentador… rs
    Abraços!

    Curtir

  2. Brasil é um merda vergonhosa, meeeeeeeeeesmo. Tem que falar mal dessa bosta que era pra ser o primeiro do mundo. Sou servidor público também (fiscal de posturas), e tenho que lidar com esse povo de merda, preconceituoso, ignorante que só fica em igrejinha acreditando que o papai noel vai dar um presente no fim do ano. Acredita em cada cara merda, que nem tem um bom discurso, nem é um bom manipulador! São enganados por uns BOSTAS e fica por isso, mesmo. Nem podemos fiscalizar as igrejas, senão esse povo de merda crucifica a gente. Se dão ao trabalho de proteger um monte de concreto só porque tá escrito “Sorocaba é do senhor jesus cristo”, que foi pago com dinheiro público pra um político ganhar voto da crentaiada. Não enxergam um palmo na frente sequer. Não veem que quando um polítco usa “deus”, é por pura manipulação, e nós que estamos no meio somos nivelados por esse povo de merda! Isso que me envergonha. Era pra ser muito bom, tem tudo pra ser o melhor e é uma bosta completa agressiva.
    Brasil é um bosta sim! E sim! Eu gostaria de desapegar e nunca mais voltar pra essa merda, mas não posso. Como se fosse fácil você falar que “se não gosta, vai embora”. Como? Não tô conseguindo nem ir pro Uruguai!
    Se o Mojica fosse presidente aqui, matariam ele, assim como já aconteceu muito nessa merda. Não há esperanças.
    O pessoal não vê que, na fábula de jesus, quem matou ele foi a merda do POVINHO! Se você tenta proteger o povo com novas ideias contrárias ao império, você é morto pelo próprio povinho de merda!
    Mas não, vai todo mundo vestir seu terninho e correr atrás do dinheiro que seu próprio jesusinho abominava! Tanto a vaidade, quanto o sistema de dinheiro. Esse povo é uma merda! Acredite, eu sei disso.
    Queria muito morar em Andorra. Me dá vontade de chorar, porque sei que nunca terei 400.000 euros… ;-(
    Desculpe o desabafo, também, mas por favor, não proteja isso aqui, esse povo não merece. Diferente de outros países piores, o Brasil tem todas as condições pra ser muito bom. Ele não é por outros motivos vergonhosos.
    Obrigado.

    Curtir

  3. *se quiser responder por e-mail… Esqueci de ativar a caixa “avise-me sobre novos comentários por email”.
    Valeu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s