Medo, MUITO medo!


Depois de comermos um arroizão “à maranhensis”, ficamos jogando conversa fora e tomando umas, como já havia dito no post passado.

Começou aí o momento mais emblemático de toda a minha passada pela Lituânia.

A norueguesa depois de um tempo falou que estava começando a ficar com sono e não restou outra alternativa a não ser ir para o quarto dormir. Depois de um tempo, os amigos de Nedved também foram dormir e ficamos só nós três conversando na cozinha. Ficamos um tempão trocando uma ideia. O casal era pirado demais e MUITO gente boa. Conversa daqui, conversa dali, viagem daqui, viagem dali e fomos indo noite adentro. Depois de mais ou menos uma hora, Nedved me falou que tava com sono e que tava muito afim de ir dormir. Perguntou se Riga tava querendo ir também, mas ela falou que não tava com sono e perguntou se eu não poderia fazer um pouco mais de companhia a ela por um tempo. Falei que era de boa, já que eu estava sem sono e fiquei lá.

Nedved falou que tava tudo certo e foi pro quarto. Eu aproveitei pra ir ao banheiro. Quando voltei ocorreu algo que eu tenho na minha cabeça como se tivesse acontecido ontem, ainda agora.

Sentei numa cadeira e quando eu comecei a conversar com a Riga ela começou a olhar fixamente nos meus olhos e sem falar nada. A mulher começou a me encarar de um jeito que eu até comecei a ficar sem graça. Quando eu perguntei o que estava acontecendo, ela nem pensou duas vezes: VLAPT!! VOOU pra cima de mim!! Correu pra cima em um “GO GO FIGHT” sem dó nem piedade. Voou pra cima de mim no famoso “pescoção”.

Eu meio que sem entender o que ela tava fazendo, na hora, instintivamente, achei que ela ia, de molecagem ou brincadeira, tentar me derrubar da cadeira ou jogar cerveja em mim, ou algo assim, por isso desviei. Dei uma de Matrix e por pouco a mina não me beijou.

ÃHN?!?!? Que diabo é isso, doido? A mina tava tentando me beijar? Era isso?? Como assim? Eu estava sendo praticamente atacado! Abusado sexualmente!! Liguem para a polícia!! Chamem a Interpol! Isso é quase um estupro!!

Tentei fazer ela mudar de ideia e demonstrar que eu não queria, mas, pensa que ela desistiu? Claro que não, amigo!! Não é fácil resistir a um corpinho atlético desses aqui. 1,63m de pura emoção!! Não é todo dia que aparece um maranhense desses sarado na sua cozinha!! A mina continuou tentando me agarrar pelo pescoço e a me finalizar e eu desviando no melhor estilo Keanu Reaves.

Por que eu não estava deixando ela me beijar? Não amigo, não é por que eu prezo o matrimônio e a fidelidade entre os casais. Não é por que eu nunca faria um casal feliz e sorridente se desfazer apenas por causa da fraqueza dela perante esse pedaço de mal-caminho aqui não. Ou você acha que eu dei uma de Padre Zezinho e enquanto ela tentava me beijar eu ficava cantando: “Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente/ E que nada no mundo separe um casal sonhador/ Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois/ Abençoa senhor as famílias, Amém. Abençoa, senhor, a minha também!”? Claro que não, brother!! Também não é devido a falta de masculinidade! Era mais um instinto de sobrevivência mesmo. Ou você esqueceu que um lituano muito do mal-encarado dormia no quarto ao lado? Acho que o cara não ia gostar muito quando descobrisse o que ocorreu e pensasse no outro dia: “Eu dou comida, cerveja, cama e absinto pro cara e ele ainda come a minha mulher?”. Se um cara normal já ficaria puto imagina um cidadão daquele, com aquela cara de psicopata? No mínimo ele iria servir um “maranhense no espeto” mais ou menos como a chinesa da Austrália…

Você aprontando, né seu maranhense?

Depois de um tempo dela tentando me “atacar” eu tive meio que correr pro meu quarto e dizer que ia dormir. Ela falou que tava tudo bem e perguntou se eu não queria que ela arrumasse minha cama. Numa hora tensa como aquela é claro que eu falei que não. Resolvi ir dormir e ver como o outro dia ia amanhecer.

O que ocorreu pela manhã? Bem, nem preciso dizer que isso é apenas o começo de uma presepada cinco estrelas, né peixe? Fica pro próximo post…

13 comentários em “Medo, MUITO medo!

  1. Fala Claudiomar, tudo bem?
    Descobri seu blog há pouco tempo, mas achei fantástico!
    Vou iniciar um mochilão pela Europa e Ásia em setembro desse ano, e queria trocar uma ideia contigo sobre isso, tem como? Acho que você me daria excelentes dicas, principalmente pq quero ir à Índia, Myanmar e Nepal, e não achei muitas informações sobre formas de chegar lá e essas burocracias.

    Se puder me ajudar, meu email e msn é gustavo21 no gmail, ok?

    Abraços!

    Curtir

  2. “!! Não é fácil resistir a um corpinho atlético desses aqui. 1,63m de pura emoção!! Não é todo dia que aparece um maranhense desses sarado na sua cozinha!! “

    hausasuasuuaushuaushuaushuahushas

    Rapaiz que sacanagem heim… Mina sem noção e vc quase sem medir o tamanho do perigo hehehehe

    Pensa se o marido dela passa na janela e ve a cena de perseguição… hehehe

    Abraços!

    Curtir

  3. hahhaahahah! Velhinho tu é o cara!! Vc poderia usar a velha desculpa do cisco no olho….hihhih claudimar comida de Ogro (camida e não comido viu!!! tu é maranhense!!! É MACHO PRA CARALHO!!! e SEM O CARALHO TB!!) rs … só se mete em encrenca em ??Mas ta certo é essa a graça da coisa!!! Eu teria beijado!!! Deve ser maravilhoso aprender novas “linguas”!!!rs
    Abraços!!
    Eduardo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s