Comentários Comentados

1 – Anônimo perguntou:

Claudio

Vc acha que poderia continuar indefinidamente com a sua viagem? Digo assim, nao acredito que antes de ir a uma viagem dessa vc possa ter uma noção exata de quanto vai gastar.

Eu sei que vc pensou nisso, pensou em nao voltar!! Vc acha que era possivel, realizavel?

R – Cara, eu adoro quando essas perguntas inteligentes são feitas aqui no blog. É legal porque eu acho que atiça a curiosidade da galera e também às vezes me faz pensar sobre o curso da minha viagem.
Então, eu nunca pensei em ficar indefinidamente viajando porque esse nunca foi meu plano e, ao mesmo tempo, depois de oito meses de viagem eu comecei a cansar e não via a hora de voltar pra casa. Mas sim, é possível ficar indefinidamente viajando, cheguei até a comentar isso em um post do Nepal. Conheci dois caras que estavam nessa há algum tempo e não tinham nenhuma vontade de voltar. Como faziam isso? Rapaz, os caras paravam em um lugar, rachavam de trabalhar, juntavam uma grana e depois colocavam o pé na estrada de novo. É bem mais fácil do que a gente possa imaginar. Sério, todo canto do mundo tem gente querendo aprender inglês e geralmente paga-se relativamente bem pra quem dá aulas. Quem leu os posts da Índia deve lembrar de uma amiga minha, a Samanta. Outro dia tava passeando pelo Couchsurfing.org e, falando com ela, soube que Samanta agora está morando na Coréia do Sul. Fazendo? Dando aula de inglês, claro! Também conheci um tiozão que gastava a vida dele pedalando pelo mundo. O conheci na Malásia e ele estava indo para Inglaterra pedalando. Ele já era um caso especial, era aposentado, então não conta.

E realmente, saber quanto vai gastar é meio difícil, mas o que a maioria da galera faz é juntar uma grana, colocar tudo na poupança e ir tirando aos poucos, quando a grana começa a rarear, ou trabalha pelo caminho, ou começa a planejar a volta. Jeito de viajar você sempre arranja, cara!

2 – Tião Medonho perguntou:

Na boa, essa história de que as européias são loucas liberais, que não fodem mas não saem de cima é balela!

A verdade é que a GOSIA queria um amiguinho bicha, daqueles que comenta moda, que passeia junto no shopping e que convida para assistir show da Madonna, e ele fez a vezes de um!

Foi ou não foi!?

R – Hhaahhahaha… Sério, cara, eu sabia que com essa história de contar como foi minha viagem com uma polonesa maravilhosa ao lado, iam vir uns gaiatos pra começar a contestar a minha masculinidade. Infelizmente o fato de eu ter namorada aqui no Brasil não me deixa escrever tudo que eu queria escrever. Sobra isso aí, a galera achando que esse guaraná Jesus aqui é Fanta. Mermão, pára de ficar me zuando, por favor, eu sou macho, viu? Macho até debaixo de outro macho! Sou tão macho que se eu fosse mulher meu nome seria Chuck Norris! Tem os posts de quando eu acampei com as polonesas pra provar a minha masculinidade, se alguém quiser ler, clicar nessa ordem aqui, aqui e aqui

3 – Guilherme Aragao comentou:

Eh isso aeh claudiomar!!!!!
Boa sorte e estamos aeh torcendo por voce!!!

Galera imagina soh ….se como estudande e com grana contada o MA deu volta em meio mundo… qdo virar funcionario publico,com estabilidade de emprego, 15mil de salario mensal,3 meses de ferias,colegio dos meninos pago, aux de supermecado e passagem mensal pra SLZ de graca ele daqui a pouco vai contar suas presepadas sobre a Lua!!!
Abracao e estamos esperando o post chamado “….A minha dormida com a GOSIA… matei o porquinho…” essa ela nao escapa!!!

R – Eu acho engraçado esses caras que trabalham em Nova York. Eles acham que é só porque eles trabalham 100 horas por semana e tem sete dias de férias por ano, que ninguém mais no mundo trabalha e vive de férias. Três meses de férias, tá de sacanagem, né brother?? Eu não tenho 3 meses de férias por ano não, rapaz!! Sendo funcionário público (tou trabalhando no Ministério do Meio Ambiente) só tenho 5 semanas de férias por ano, trabalho de segunda a sexta e todo dia saio cinco horas da tarde do trabalho. Tá achando que a vida é fácil, rapaz?? Heheheh (sim, eu fui irônico! Comparado com a rotina de louco que deve ser a do Guilherme em Nova York, a minha é manha demais, ahahah)

4 – Maricotinha comentou no posto do Italiano Mala:

“Ele ainda que tentou ficar pegando mais do que a metade da cama pra ele, mas foi suficiente só umas três encoxadas minhas pra ele ir chegando pro lado.”

Saudades do canguru australiano, fala aí!

R – Rapaz, essa história do Canguru Australiano não morre não é? Hahahahaha… Pra quem não ainda não sabe a história do Canguru Australiano, vou postar a história abaixo. Ela é um comentário anônimo deixado no post “Tira Teima 2” que expressava a teoria sobre o que havia ocorrido dentro da barraca que eu e uma polaca dormimos juntos na Austrália:

“Depois que saímos de lá, enfim a noite caiu e fomos voltando em direção ao nosso camping. No caminho ainda passamos pra comprar uma pizza e comprar umas cervejas pra tomar na barraca. Mas isso é assunto pros próximos capítulos…”

Minha teoria

Após umas cerveja e já com o bucho cheio o nosso intrépido maranhense resolver tirar um cochilo para repor as energia para mais tarde traçar a delicinha de polonesa, mas então um grupo de Aborígenes australianos e um bando de canguru no cio invadem a barraca e sem dó nem piedade, num revezamento insaciável estupram o nosso representante maranhense e sua amiguinha polaca.
No dia seguintes, depois de contabilizar os prejuízos, o maranhense e a polaquinha fazem um pacto de silencio sobre o ocorrido,(Atenção: esse pacto explicaria o fato do Maranhão nunca ter contado essa história, afinal isso foi quando ele morava na Autralia:)

Anos passam, o Maranhão volta para sua terra natal e depois se lança numa nova aventura pelo mundo, e já na Polonia , novamente se encontra com sua amiga polaquina, onde depois de um cerva começa a relembrar os fatos.

Possivel dialogo:

Polaca: Fala Maranhão, blz?
Maranhão: Oi, + ou -, mas fazer o que é a vida
Polaca: que isso my brother?Pq essa deprê?
Maranhão: Ah, é aquela história da Autralia…..
Polaca: Para com isso, essa história aconteceu na Autralia, meu faz tanto tempo.
Maranhão: Pois é , foi na Australia é tão longe e aquele canguru ingrato não me escreve, não telefona, nem um telegrama ele me manda….

P.s: Na foto, o Golden Temple, da Índia

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

2 comentários em “Comentários Comentados

  1. Opa filho.

    Só passando para dizer que não morri, continuo lendo seu blog. Assim como continuo doido de curiosidade para ver como você escapou do fiscal tcheco loko que te pegou sem passagem.

    hehehehehe

    Mas é isso aí… vamo que vamo.

    Abraços

    Curtir

  2. Porra, só agora que fui ler a revolta da galera no post aí em baixo.

    Tá certo que a demora nos post novos da um certo ataque de nervos. Mas, por que será? Será porque realmente nos interessamos (e muito, pelo visto) com as estórias que o Claudio tem a nos contar?

    E tendo em vista esse fato, eu me pergunto: E se ele simplesmente disse-se 'foda-se, não posto mais porra nenhuma na merda do blog?', como seria?
    Daí beleza, acabariam as longas esperas, não teríamos mais que tentar nos adaptar a esse layout novo e estranho, e nem teríamos mais que nos decepcionar com as histórias mais fracas e sem detalhes.

    Puta que pariu gente, menos reclamação!! O cidadão trabalha, estuda que nem um fdp, e no tempo livre dele ele as vezes opta por não sair/beber cerveja/ficar com a garota/ ficar com os amigos para atualizar aqui!
    Ninguém pensou que ele simplesmente poderia nunca ter começado isso, e ter guardado todas essas estórias para si e para seus amigos próximos??

    Só um pequeno conselho, para a galera colocar a ordem das coisas e a prioridade nos seus devidos lugares.

    Abraços

    Ps. Texto acima sem frescura de negrito/itálico para facilitar a leitura… ^_^

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s