Sociedade em Cuba

O que posso dizer de Cuba com toda a certeza é que poucos lugares conheci pessoas tão legais como conheci em Cuba. Cara, não é aquele velho clichê de “os locais são simpáticos e todos querem ajudar” como a gente lê em todos os guias de turismo. Os locais eram gente boa mesmo!
Porém uma coisa que ninguém pode falar que não há em Cuba é acesso a cultura. Tudo relacionado a cultura na sociedade cubana é MUITO barato e acessível para eles. Apresentações teatrais, balés, cinemas, apresentações musicais, tudo é absurdamente barato e Havana sempre está fervilhando de atrações culturais. Além disso, o acesso a educação é muito barato. Além da educação ser gratuita, os livros custam uma bagatela, como já havia dito.
Mas Cuba em si é uma viagem que vale a pena pelas pessoas que você conhece, pelas pessoas com que você conversa e escuta a sua história.
Cuba também é um país absurdamente seguro. A gente ia visitar os lugares, a última das nossas preocupações era fechar vidro de carro ou checar se a sua mochila ainda tava no mesmo lugar.
Outro fato que me chamou bastante a atenção e que inclusive é alertado no Guia do Lonely Planet para mulheres viajando sozinha é que os caras em Cuba não perdem tempo. Os bichos chegam “chegando”. É muito engraçado! É só passar uma mulher com uma saia mais ou menos que você fica ouvindo os caras assoviando, mandando beijo e gritando “ei sua linda!!!”.
Flagras que eu peguei de caras na rua, digamos, “checando” o material… Viva a alma pedreira!
 Imagine aquela cena quando uma mulher passa em frente a uma obra comendo uma banana bem na hora que aquela pedreirada tá mandando ver na marmita. Pois é, coloque isso na escala de um país inteiro e você tem um retrato do que é Cuba. Teve uma vez que eu tava andando em Havana que eu parei só para poder ficar observando dois taxistas fazendo o maior barulho para mulherada que passava. Era assovio, “te amo”, “que bela muchacha” e por aí vai. Eu chega ficava do lado e só dando risada. No dia que a gente saiu para ver a “homenagem a Chávez” uma das meninas do albergue achou por apropriado colocar uma peça de roupa que para ser uma mini-saia precisava de pelo menos uns 15 cms de pano a mais. Mas era como arame farpado, protege a propriedade sem atrapalhar a vista. Juntando isso ao fato de que ela por si só era um espetáculo temos Havana inteira parando de chorar por alguns segundos a morte de Chávez no melhor estilo “ah se ela soubesse que quando ela passa o mundo sorrindo se enche de graça e fica mais lindo por causa do amor”. Amigo, quando ela passava era o cara vendendo sorvete, o outro dirigindo o táxi, o policial,velho, mendigo… todo mundo checando aquela bela combinação de genes. Eu, lógico, andando há alguns metros atrás e só rindo da situação, tentando de toda forma tirar uma foto de alguém secando ela, mas não consegui. Essa gostava de chamar a atenção.
Outro que eu também dei risada foi um dia a tarde em Trinidad. Depois do expediente, uns cubanos se reuniram em frente a igreja central da cidade com umas garrafas de rum e toda gringa que passava eles só mandavam um “uuuhhhh… I love this white skin” (Eu amo essa pele branquinha…). Mas bicho, eu fiquei uns quinze minutos observando os caras que só falavam a MESMA coisa para toda gringa que passava. Eles pareciam que estavam esperavam uma passar e falar assim “nossa, como você descobriu que eu ADORO quando alguém fala assim da minha pele, vou ali me lavar agora para você me usar, ok?”. Só podia ser isso para eles acharem tão esperto o que estavam fazendo. O negócio é que no final seja rico, pobre, flamenguista, sueco ou cubano, todo homem sempre sabe o que quer…
Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s