E no final, será se vale mesmo a pena ir a San Andres/Colômbia?

Apesar de todas as críticas acima, vale a pena ir a San Andres. Desde que sabendo o que vai encontrar. Fui imaginando que iria encontrar um lugar supertranquilo e organizado, como as outras ilhas do Caribe, e acabou sendo o oposto. Viajei imaginando que iria encontrar uma Fernando de Noronha, mas acabei encontrando um Rio de Janeiro em alta temporada. É ruim? Lógico que não! Adoro o Rio de Janeiro.
O que acaba sendo a sua principal vantagem e, ao mesmo tempo, a sua principal desvantagem é que a ilha é um destino barato quando falamos de Caribe. Mensalmente há promoções para lá saindo do Brasil a menos de 1.000 reais e as coisas por lá também não são tão caras. Achei tão caro quanto uma cidade de praia do Nordeste Brasileiro. Esse acaba sendo o principal problema porque onde você vai é sempre muito muvucado e o pessoal nem sempre costuma ser muito educado. Espere pessoas escutando som alto e jogando lixo na praia sem a menor cerimônia. Os passeios para fazer snorkel também são extremamente muvucados. Conversei com um nativo de San Andres e ele me reclamava disso, que o controle dos turistas à ilha poderia ser mais rigoroso para não destruir o local. A deixaria um pouco mais cara, é verdade, mas pelo menos a conservaria.
– É de tranquilo bater foto em cima desse tronco de árvore?
– É sim! Não bate onda nele
– Então de boa…

Coco Loco, um drink típico da ilha

Busão em San Andres

Durante os primeiros dias fiquei hospedado em um Airbnb na região de San Luis, mais ao sul da ilha. É um lugar absurdamente menos turístico e onde a população nativa, raizal, efetivamente mora, então foi uma experiência legal ficar um pouco fora da muvuca que é o centro. Apesar de parecer meio assustador a noite, a violência na ilha é quase que inexistente e não tivemos problema nenhum. O ônibus, apesar de meio caindo aos pedaços, também era de boa, apesar de sempre que queria ir para o centro era só pedir carona que o pessoal parava nos carrinhos de golfe em questão de minutos.

Então qual seria a minha sugestão? Cara, se conseguir uma boa promoção de passagem aérea em um período em que você possa tirar férias, vá! Lá é realmente legal. Agora tente se manter ao máximo longe da muvuca, o que no meu caso significava tentar fazer passeios longe do centro e mergulho de cilindro.

No meio de um tour, os caras vão lá e trazem uma arraia no braço para bater fotos com os turistas. Isso me deixou chocado! Assim como o rapaz, na foto abaixo, tirando a estrela do mar para todo mundo bater foto. Tirar uma estrela do mar da água faz com que ela morra em poucos minutos, mas, enfim, todo mundo merece uma selfie com ela, né?
Turismo sem dano ecológico. Essa estrela-do-mar, por exemplo, nunca mais volta a viver…
Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s