Apenas um domingo de manhã com um chinês serelepe.

Em mais um domingo sem ter o que fazer e tomado pelo tédio, resolvi aceitar um convite do Vicent para poder dar uma volta pelas ruas de Santa Bárbara. Falo em “dar uma volta”, porque é quase que literalmente só dar uma volta mesmo, ir e voltar uma rua, dada às pequenas dimensões da cidade. Santa Bárbara tem por volta de 90000 habitantes. Pra praticamente todos os lugares dessa cidade dá andando. Como não tava fazendo nada, resolvi aceitar o convite do nosso amigo asiático e andar de skate com ele.
O único detalhe interessante, é que eu NUNCA na minha vida aprendi a andar com essa birosca e sempre tive medo daquela prancha com rodas ameaçadoras. Depois de algumas dicas do Vicent de como se equilibrar na prancha consegui andar alguns metros até que com alguma facilidade. Não tem nada demais, o sistema de equilíbrio no skate é muito similar ao do surfe, tanto é que no começo realmente parece que você está surfando (não que eu seja um “ás” das pranchas, mas é que na Austrália eu aprendi algo) a única diferença é que se você cair da prancha de surfe, você ganha um belo banho de mar, se cair do skate, você ganha alguns belos dias no hospital. Depois de um tempo, acabei enchendo o saco de ficar naquela pranchinha chata (Fala sério, surfar é muito mais louco! Além de você não precisar se preocupar em ser atropelado) e já tava querendo voltar pra casa.
Falei pro chinês que queria voltar pra casa e ele começou a me perturbar pra eu não o deixar sozinho. Como não queria dar uma de menino enjoado que toda hora fica pedindo pra ir pra casa, comecei a pensar em alguma maneira de conseguir uma boa desculpa pra poder voltar. Depois de algum tempo pensando tive uma idéia brilhante! Quando tiver andando bem devagarzinho, me jogo de cima do skate dou umas roladas, simulo que tive uma caída do skate e me machuquei, simples assim! Parecia fácil, já que fiz alguns meses de Jiu-Jitsu e Judô e aprendi a cair fazendo rolamento sem me machucar. Pois é!! Depois desse dia eu até entrei numa comunidade do orkut que se chama “Na hora parecia uma boa idéia”! Até porque REALMENTE parecia uma boa idéia, hehehe. O problema é que a simulação acabou sendo boa demais, isto é, na hora que eu tentei pular, o skate foi muito pra trás, acabei perdendo o controle da queda e me esborrachei feio no chão. Por uns instantes achei que tinha quebrado algum osso. Depois do susto e após massagear o local vi que não tinha tido nada, só o sanguezão que começou a escorrer. De posse dos acontecimentos, resolvemos voltar em casa (realmente consegui o que queria) pra eu poder jogar uma água nos ferimentos e ver a real seriedade, já que só tinha sangue por todo lado. Depois de alguns segundos de água e ardor, deu pra ver que eram apenas algumas escoriações, nada muito grave. Serviu só pra eu aprender a nunca mais andar de skate…
Depois de alguma insistência do nosso amigo, mais uma vez resolvi sair com ele e fomos dar uma volta já que o bicho falou que queria comprar um chapéu. Entramos em uma loja e ele começou a provar todo e qualquer chapéu lá dentro, parecia até a Taíze quando sai comigo pra dar uma volta no shopping. Depois de quase uma hora brincando de “Barbie vai às compras”, eu realmente entendi a real intenção do cara ao sair de casa. Depois que eu percebi o que tava acontecendo, ele me confirmou. Segundo suas próprias palavras, ele não tinha saído de casa pra comprar um chapéu, ele tinha saído de casa pra poder ver MULHER (!!!).
(Mas o que é que a gente quer?)
Cara, dá pra acreditar nisso?? Eu depois de alguns minutos segurando MUITO a risada, eu juro que me deu foi uma PENA muito, MAS MUITO grande do cidadão! Porra doido! Eu já passei por uma crise parecida com essa e tenho certeza que grande parte dos homens também (pelo menos os que gostam de mulheres).
Tecla Pause
Uma das horas que eu percebo que Deus definitivamente tem MUITO senso de humor é quando eu começo a pensar de como ele zoou, nós, os homens, ao nos colocar o torpor máximo de explosão hormonal no momento menos propício pra se dar bem com a mulherada, ou seja, aos 14 anos. No início de sua adolescência, aos 14 anos, você não tem carro, não tem dinheiro, não mora sozinho, não sabe como chegar numa mulher, as minas da sua idade ficam com os caras do terceiro ano e não dá pra tentar chegar nas minas mais novas, porque, afinal, elas tem 12 anos, né brother? Assim você fica desesperado na escola pois, como dizia o Michael Moore, você acha que é o único que não faz sexo! Você quer porque quer! Mas não rola! Já que nem pagando não dá, pois você não tem dinheiro. Você tem que acabar fazendo todo o trabalho sozinho (- Menino, você chega sai suado do banheiro – dizia minha mãe). Quem aqui nunca tentou subornar o jornaleiro pra ele te vender aquela revista para maiores de 18 anos (tenho certeza que a galera da minha idade nunca manuseou uma playboy da Adriane Galisteu ou da Tiazinha. Clássicas!) e depois ficou pensando aonde ia esconder a revista quando levar pra casa? Ah, bons tempos. Hoje qualquer menino de 12 anos sabendo utilizar BitTorrent ou Emule tem acesso a putaria muito mais fácil, graças a internet! Mais como é bom sempre reiterar, a internet vai ser apenas um paliativo quando o seu filho chegar na amaldiçoada idade dos 14 anos! Ele ainda vai sair diversas vezes, durante mesmo o dia, suado de dentro do banheiro!
Tecla Play
Mais o chinês tava assim, doido! Parecia um menino de 14 anos olhando pras mulheres que passaram. Eu comecei a pensar o que levava uma pessoa a ficar daquele jeito? Será se a “maldição dos 14 anos” começa mais tarde nos asiáticos? Deve ser por isso que eles se dão tão bem em vestibulares, eles não ficam pensando em sacanagem quando tão na escola…
Não sei o que foi, só sei que o bicho tava de um jeito que se minha mãe fosse me visitar aquim eu faria de tudo pra ela poder passar longe da casa que a gente ta morando. O pior que o nível de qualidade procurada pelo bicho tava bem baixa, fosse gorda, careca, magra, pro bicho não tinha isso não!! Ele tava parecendo um coiote… Depois de uns 30 minutos, eu já comecei a ficar de saco cheio e comecei a pilhar o bicho pra ver se a gente ia embora. Quem disse que tive sucesso? Cara, mas não tinha o que fizesse eu tirar o cara de dentro daquela loja:
– Olha ali Claudio!! Olha, outra mulher passando!! UUUUUhhhhhh!! Que mulher gostosa, cara!!
– Vincent, vamo embora, cara?
– Não, cara, lá vai outra!! Olha!! Olha!! UUhhhh
– Brother, VAMO EMBORA?
– Pô Claudio, você parece que é viado!! Vamos ficar aqui olhando as mulheres! Olha outra, olha outra!! UUhhhhh!!!
Deu vontade de falar pra ele que no Brasil quando a gente tá desse jeito a gente sai de casa pra PEGAR mulher e não para OLHAR mulher… Depois de ver que não tinha nada a se fazer, fingi que ia ao banheiro e raspei uma das minhas escoriações na quina da parede. Começou a sangrar um pouquinho novamente, voltei e falei pra ele que tinha esbarrado em algum lugar e que por isso ia voltar pra casa.
Voltei pra casa e depois de uns 20 minutos chega ele lá em casa todo serelepe:
– Claudio, Claudio, olha esse chapéu que eu comprei!!!
– Pô, cara, parece ser legal, quanto foi?
– 40 dólares!
– 40 DÓLARES?? Porra, pra que diabos tu pagou tudo isso nesse “cap”?
– É pra eu colocar no meu facebook (orkut dos gringos…)!!
No outro dia tava lá a foto dele com esse chapéu na cabeça e uma mensagem ao lado da foto:
– Se você estiver interessada em mim, basta apenas me mandar um scrap!

Deus definitivamente tem senso de humor…

3 comentários em “Apenas um domingo de manhã com um chinês serelepe.

  1. 1-Certeza que não tinha maconha ali?2-Achei teu pé lindo!3-Coitado do menino!Ontem ele ainda veio conversar comigo,mas eu tavva saindo eheheheheeh4-Certeza que não tinha maconha ali?;*

    Curtir

  2. Comecei a ler o Blog hoje, e estou gostando muito, matei a tarde toda de trabalho lendo. hehehehe …Mas estou com uma dúvida, este Vincent não é o mesmo viadim que vc falou que dividia o quarto com vc ???

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s