A caminho de Siem Reap, a caminho do Angkor Wat

Mas como não tinha ido ao Camboja pra poder ficar na capital sem fazer nada, resolvi que era chegada a hora de visitar o local que tanto sonhara. Era chegado a hora de visitar o Angkor Wat. Empacotei algumas coisas na minha mochila, deixei o grosso das minhas coisas na casa da Natalia em Phnom Pehn e caí na estrada.
No caminho foi até engraçado. Eu, sem saber, acabei pagando cinco dólares a mais pelo busão. Só depois que eu fui saber o porquê. O busão que eu paguei era mais caro porque tinha um GUIA. Depois eu fiquei pensando: Doido, pra que diabos eu iria querer viajar 300 km, cinco horas com um guia no pé do ouvido? É meu amigo, mas foi assim mesmo!
Só pra vocês terem uma idéia, a noite passada à viagem eu não havia dormido, já que tinha descido pra balada com os franceses e pretendia dormir a viagem inteira dentro do busão. Eu tinha pago um busão com ar-condicionado de propósito. Lembrar que, devido aos vidros fechados por causa do ar-condicionado, há menos barulho.
Tecla PAUSE
Pam pam pam! Pam pam pam pam! Pam pam pam Pam pam paaaammm! Íon! Plantão “omundonumamochila” de dentro do trem.
Tá engraçado aqui dentro do trem, cara. O indiano vizinho a minha cama tá dormindo e não quer atender o celular. O engraçado é que o toque do celular dele é uma música em português!! Vou esperar ele acordar pra perguntar que música é! Ela é mais ou menos assim: “Nessa fossa tropical, cheia de inspiração, pra cantar essa canção. Aquecendo o coração.”. Vocês conhecem essa música? Além disso tem uma BARATA que toda hora aparece, dá uma olhadinha pra mim e volta pra debaixo da minha cama no trem. Acho que vou até convidá-la pra dormir abraçada comigo a noite.
Detalhe, tou viajando de classe executiva!
Tecla PLAY
Mas quem disse que eu consegui dormir? Foi a viagem inteira essa guiazinha falando em Inglês e Khmer, pérolas do tipo: “Esta aqui é uma ponte muito importante para este povoado” ou então “veja as pessoas trabalhando nos campos de arroz” ou ainda “aquela é uma casa aonde moram por volta de quatro pessoas”. Interessante, né? Mas me fala, como é que tu acha assunto pra ficar cinco horas descrevendo um bando de mato? A mulher tinha que dar o jeito dela.

Foto que tirei no meio do caminho. A guia meio que ficou cinco horas narrando lugares como esse. Mato para todo lado
Pra melhorar ainda mais, os motoristas de ônibus no Camboja dirigem só com uma mão no volante. Não, a outra eles não usam pra “coçar as partes” (curtiu o eufemismo pra “coçar o saco”?) não. A outra mão vai na buzina!! Sério doido!! Os caras buzinam, bicho, sem brincadeira, de cinco em cinco minutos. Mas não aquela buzininha “Fom Fom” não! O cara ENFIA a mão com GOSTO na droga da buzina. PÉÉÉÉÉÉIIIIIIIINNNN!!!! Desse jeito! Eu apelidei a buzina de buzina “Acorda defunto”. Foi a viagem perfeita: um gordo imenso do meu lado suando que nem tampa de marmita, a guia falando: “Agora estamos passando por cima de mais uma ponte” e o motorista com a mão enfiada na buzina!
Já no começo, a van que ia nos levar até o busão para seguir viagem ainda acha de ar no meio do caminho! E dá-lhe todo mundo descendo pra empurrar, hehehe.
 
Kill me first!
Tecla PAUSE
Pam pam pam! Pam pam pam pam! Pam pam pam Pam pam paaaammm! Íon! Plantão “omundonumamochila” de dentro do trem.
Acabei de checar aqui no celular do cara! O bicho tá com dez chamadas não atendidas e nada de atender o celular. Sério, eu já tou é cantando a musiquinha toda vez que ela toca! Hehehe.
 
Tecla PLAY
 

Siem Reap

A cidade de Siem Reap em si não há muito do que falar. É uma cidade sem NADA demais. Apenas uma cidade com aparência de cidade do interior do Maranhão e que vive apenas para poder organizar tours pras ruínas de Angkor Wat.
O engraçado é quando você desce do busão, cara! Como todo lugar no Camboja, quando você desce do busão, vem uma PANCADA de motoristas de “Tuk Tuk” pra poder tentar te levar pra andar pela cidade. Cara, é engraçado como é infernal a parada! Sério, é tão infernal que o busão não pára no meio da estrada! Ele pára numa garagem e ficam uns guardas no portão segurando os bichos no portão. Todo mundo quer te pegar pra dar uma volta pela cidade! Se liga na foto!
Taxistas se estapeando para conseguir chegar na gente…
Tecla PAUSE
Quando eu voltei pra Phnom Penh foi mais engraçado ainda. Como o ônibus ia ter que parar no meio da rua, o motorista do busão desceu foi com uma ripa de madeira imensa na mão pra separar a galera. Um dos motoristas de Tuk Tuk já veio “na febre” pra tentar gritar “TUK TUK! TUK TUK!” e acabou por dar um pisão na sandália do motorista quebrando-a! Mermão, o motorista ficou LOUCO!! Ele fez aquilo que no Street Fighter Alpha a gente chama de “soltar o golpe especial” ou no RPG como “dar um charge”! Ele saiu que nem um LOUCO, dando paulada ao léu! Dando paulada pra tudo que foi lado! Quem via na frente dele ele sentava a paulada. Sobrou até pro povo que tava passando na rua que não tinha nada a ver. MUITO ENGRAÇADO, DOIDO! Ficou todo mundo dentro do busão olhando aquele louco e rindo da situação. Eu só fiquei imaginando esse cara fazendo isso todo o dia. Todo o dia duas ou três vezes por dia, uma galera gritando “TUK TUK” no ouvido dele! O cara também é humano, um dia ele ia explodir. Hahahah
TECLA PLAY, voltando a falar de Siem Reap
Dá até medo ver aqueles caras se digladiando no portão! Eu só sei que eu saí voado no meio daquele povo e consegui sair do campo de visão dos motoristas de Tuk Tuk. Aí tive tempo pra pensar. Comecei a andar no meio da rua me perguntando o que ia fazer até a hora que um motorista de uma moto colou do meu lado. Perguntei o que ele queria e ele me perguntou se eu não queria visitar o hotel dele. “Mas um cara querendo me enrolar” – pensei. Ignorei o cara e continuei andando na rua. Ele veio atrás e gritando:
– Mas, nós temos quartos individuais com banheiro por apenas três dólares! – ignorei.
– Mas, você pode ficar num dormitório por apenas um dólar – ignorei.
– Mas, eu só vou te cobrar um dólar pra te levar lá – ignorei.
– Nós vendemos cerveja a 0,50 centavos de dólar e ainda temos internet de graça.
ÃHN?!?! Aí já era covardia, né?
Pô, internet de graça e cerveja a 0,50 centavos? Desse jeito eu nem ia precisar ir ao Angkor Wat mais. Eu poderia ficar era só no hotel sem fazer nada! Só faltou falar que estavam inclusas no preço duas suecas quentes e uma tcheca ardente! Apelou perdeu!
Acabei indo pro hotel dele e por pegar o dormitório de um dólar. Era só um colchão dentro de um sótão, nada demais! Mas enfim, era mais do que precisava.
Depois me dirigi à recepção e perguntei se eles alugavam bicicletas. A mulher falou que sim. Fui lá e perguntei: – Vocês têm bicicleta Houston? A bicicleta do mochileiro? A bicicleta que coloca o mundo numa garupa (às vezes cansa ficar carregando o mundo numa mochila o dia inteiro. Uma hora a gente coloca na garupa! Ahá! Ahá! Pegou a piada? Pegou? Nossa, hoje eu tou muito engraçado, doido! Tou pensando até em aplicar pra ser roteirista da Praça é Nossa!)? Não, não tinha Houston! Tive que pegar uma bicicleta qualquer e descer pra ver o pôr-do-sol no Angkor Wat.

17 comentários em “A caminho de Siem Reap, a caminho do Angkor Wat

  1. Oi maranhão !!!Foi uma pena não ter bicicleta Houston…rsrs… ( mas vc fez seu comercial ) …rsrs…Adorei seu blog de hoje… já deu pra colocar as risadas em dia…Bjs,Ethianne Lucena

    Curtir

  2. A melhor parte foi do motorista =) Eu acho que temos algo semelhante, pois odeio ¬¬ que pisem nos meus pés…Maricotinha!!!E nossos suecos quentes ???Meu Deus quando eu fui a salvador quase enlouqueci, pq Bohemia custava R$ 1,80 imagina a R$ 0,50…..

    Curtir

  3. A melhor parte foi do motorista =) Eu acho que temos algo semelhante, pois odeio ¬¬ que pisem nos meus pés…Maricotinha!!!E nossos suecos quentes ???Meu Deus quando eu fui a salvador quase enlouqueci, pq Bohemia custava R$ 1,80 imagina a R$ 0,50…..

    Curtir

  4. uhauhauh Leio td dia seu blog, e este post esta realmente mt bom. Cerva a 0,50centavos já é um sonho e vc ainda queria as suecas quentes rsrsr assim vc jamais voltaria para casa uahuha.Abçs

    Curtir

  5. Anônima:Sobre os suecos quentes, pergunte pro nosso amigo Claudiomar, é ele quem tá devendo isso para a ala feminina frequentadora do blog. Rs.

    Curtir

  6. po cara, acabou que não falou qual era a musica no fim das contas né?enfim, cerveja a 50 cents é sacanagem, eu de fato não ia sair do hotel. monumentos históricos pra que? valeu!

    Curtir

  7. UEAHUEhaue.. Boizão!!A cena do motorista, eu ri muuuito imaginando aki!! Quem sabe vc ainda não pega uns flagras desse e posta aki. Aliás, vc naum tem nenhum vídeo que tem os motoristas lá gritando TUk TUk. Deve ser engraçado tb!! Falows!

    Curtir

  8. ahiouaaoahauioahaioahuahuioahuiauahpeguei a piada, peguei!e essa música é um toque que vem em alguns celulares da Nokia.. =pe eu acho que não é ‘fossa tropical’ não, acho que é ‘bossa tropical’ óh.. =p;**

    Curtir

  9. I aeeee parceiro! mais uma vez um otimo post. mais tenho q salientar, na foto dos cara empurrando a besta q nao pegava seria um tiozinho usando uma camiseta com escudo da CBF???? e uma pergunta, pelos lugares q vc jah passou há algo diferente na mente de pessoas de outras nações quando vc pergunta se conhecem o brazil? a primeira coisa q vem a mente deles é por acaso, FUTEBOL, SAMBA (como se foce uma RUMBA OU SALSA nem conhecem samba)caipirinha mulata e sexo?tira essa duvida pra eu brodi xDabraçus

    Curtir

  10. Cara, eu aqui procurando de que é essa música que toca no meu celular e achei teu blog!Esse toque (tropical.aac) vem em alguns modelos da Nokia. Dá pra baixar na internet, é só buscar no Google. Eu queria descobrir de quem é, o nome da música e tal. Se achar, me avisa? leandrolefa@gmail.comBom passeio por aí!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s