Perguntas e respostas – Postagem em um blog/trabalho de faculdade

Galera, a Marina Bellini, estudante de Jornalismo Facamp, me solicitou que respondesse um questionario para ela a ser utilizado num trabalho da faculdade e provavelmente publicado na revista que ela trabalha.

Levando em consideracao que as perguntas que ela pediu que eu respondesse sao perguntas que recebo de varias pessoas na sessao de comentarios, resolvi postar o questionario completo, assim acho que posso sanar duvidas de varias pessoas. Alem disso agora toda vez que alguem me fizer algumas das perguntas, eu posso so enviar o link desse post 🙂

Nome completo – Claudiomar Matias Rolim Filho

Idade – 24 (sem piadinhas por gentileza :P)

Onde se encontra atualmente?* – Cairo, mas em algumas horas estarei em Zurique na Suíça, sexta-feira chego a Barcelona.

*Quando respondi ao questionario estava em Cairo. Hoje estou em Zurique.

Por onde já esteve? – Éguas… Precisa mesmo?? Lá vai em ordem de visitação: Austrália, África do Sul e Ilhas Fiji (2005/2006). California, Havaí, Japão, Coréia do Sul, Hong Kong, Macau, Tailândia, Malásia, Jakarta, Bali, Camboja, Vietnã, Índia, Nepal, Suécia, Polônia, Lituânia, Letônia, República Tcheca, Alemanha, Turquia, Síria, Líbano, Eslovênia, Itália, Vaticano, Áustria, Eslováquia, Hungria, Egito, Israel e Jordânia. Ainda vou para Suíça, Espanha e, Portugal. Além de 19 estados pelo Brasil :). Gente, nem parece que foi tanto assim, hahahah.

Cidade natal – “E se um dia eu for embora pra bem longe desse chão, eu jamais te esquecerei, São Luís do Maranhão!!!”

Endereço de seu bloghttp://www.omundonumamochila.com

Perguntas

1.) Qual o motivo que te levou a iniciar um blog?

Iniciei há algum tempo atrás quando fiz a minha primeira viagem internacional, intercâmbio à Austrália (setembro de 2005 a março de 2006). Como queria deixar minha família e amigos a par da situação na Austrália e como queria fazer um diário de bordo da minha viagem para nunca esquecer nada que tivesse acontecido, resolvi começar a escrever e mandar semanalmente os textos para os e-mails dos mais chegados. Depois pensei “Por que não publicar na internet”?

Com o intuito de tornar pública a minha viagem, comecei a postar algumas fotos em um fotolog com alguns textos. Depois, seguindo conselho do Jonas, grande amigo Macarrão, resolvi começar um blog. Quanto mais eu ia escrevendo, mais pessoas iam conhecendo o blog através do boca a boca, mais pessoas iam entrando e mais eu me empolgava. Isso foi em 2005/2006. Essa primeira fase do blog foi bem interessante e tomei gosto por escrever e fazer amigos por ocasião do mesmo.

Em 2008 quando iniciei a minha viagem de volta ao mundo, resolvi escrever pra mostrar para as pessoas como é fácil hoje viajar o mundo apenas através do Couchsurfing.com. Pra mais detalhes sobre como funciona minha viagem clique aqui. Mais informações acerca do couchsurfing, leia esta reportagem bem interessante

2.) Quem lê o que você escreve?

Mãe, Pai, Irmãos, amigos, Cachorro, blogueiros, pessoas à procura de informação e risadas, alguns portugueses, maranhenses e por aí vai… A partir de agora acho que a Marina e parte da FACAMP também, né?

3.) O que você procura escrever em seu blog?

No comecinho, mas bem no comecinho, quando comecei a escrever sobre a Austrália eu só procurava escrever sobre o dia a dia do país e sobre as presepadas que rolavam por lá. Depois de um tempo em que o blog começou a ter um número massivo de acessos comecei a colocar algumas informações básicas acerca da Austrália. Voltei para o Brasil e “abandonei” o blog por um ano e meio.

Retomei o blog quando iniciei a minha viagem de volta ao mundo, no finalzinho de 2007. Essa segunda parte do blog começou a ser mais “séria” e, na medida, do possível profissional. Graças a bons amigos, o blog ficou bem menos amador e começou a ficar pronto para receber mais acessos. O grande amigo Iremar Modesto registrou o domínio www.omundonumamochila.com. Welton, meu companheiro de apartamento em Brasília, me deu uma grande dica: “Maranhão, ao invés de fazer um post gigante com mais de cinco páginas porque você não faz divide os posts? Fica mais fácil a leitura!”. Compare esses dois posts aqui e aqui e veja como fez MUITA diferença o conselho do Welton.

Por último, atendi também a um grande conselho de um grande amigo, Rivaldo Moura. Até hoje me lembro dele me falando: “Claudiomar Filho, você escreve muito bem, seu blog é muito bom, mas você precisa fazer alguma coisa diferente. Tudo bem, é engraçado você ficar escrevendo sobre as loucuras que ocorrem na viagem, mas loucura pode rolar em qualquer lugar. A gente pode ir ali no Anil (um bairro de São Luís) tomar umas cervejas que várias coisas loucas podem ocorrer. Você tem que ser diferente, você tem que descrever o lugar que você está. Você é um cara inteligente, porque você não coloca algumas informações culturais? Faz algumas comparações entre economias e sociedades de diversos países e o Brasil. Será se não seria uma boa idéia? Fazer um mix de presepadas e culturas?”. Segui o conselho dele e hoje tento na medida do possível seguir a uma metodologia nessa ordem:

1º) Brief sobre cultura, sociedade e economia sobre o país que estou visitando.

2º) Informações sobre o “couch” (a pessoa que me hospedou pelo couchsurfing.com).

3º) Impressões que obtive do país com minhas caminhadas

4º) Presepadas

Claro que nem sempre sigo fielmente esta metodologia, mas é como tento manter uma certa “ordem” no blog pra deixar as pessoas o mais situadas possível. Além disso, as postagens sobre minha viagem ocorrem geralmente entre dois e quatro dias de intervalo. Se o intervalo é maior do que esse, faço um post rápido explicando pras pessoas o porquê do meu sumiço (não achei internet, não tive tempo…).

O que faço nesse intervalo? Não posto nada? Não, entre esse intervalo das minhas postagens, geralmente posto alguma coisa nada a ver com minha viagem, alguma parada que me fez rir que só o diabo, análises, fatos que me revoltam (geralmente relacionados à política), notícias, charges, comento sobre notícias etc. Enfim, tento utilizar o máximo que posso o blog como “fazedor de opinião” também acerca de fatos e acontecimentos no Brasil e no Mundo que acho importante.

4.) Como você descobriu os blogs?

Lucas, irmão do Jonas, (Jonas viajou pra Austrália junto comigo) fez um blog pro Jonas para ele poder escrever sobre como estava indo na Austrália para que a sua família pudesse ver. Eu acabei gostando da idéia e migrei do fotolog para o blogspot. Sim, meu blog no começo era um fotolog. Fresco, né? Todo mundo tem uma mancha no currículo, brother!

5.) Você já fez amigos na internet através de seu blog?

Ow, se fiz! Às vezes eu fico até preocupado de algumas pessoas me acharem arrogante ou imbecil por não responder e-mail ou scraps no orkut. Já pedi desculpas várias vezes no blog por causa disso e explicando porque (falta de tempo, né? Às vezes nem o blog eu consigo postar direito). Acho que as pessoas entendem que eu não sou sangue ruim, apenas tenho que tocar um blog e viajar ao mesmo tempo!

6.) Você costuma ler blogs? Quais?

Jacaré Banguela, Kibeloco e um blog que conheci pela internet “Jornalista de Merda”. O “Jornalista de Merda” com certeza é um dos blogs que eu mais me identifico e contribui para a minha maneira de escrever.

7.) Por que você está fora do Brasil?

Formei agora em 2007 em Relações Internacionais na UnB. Como tava de saco cheio de Brasília, saco cheio da graduação, saco cheio de uma pancada de coisas e sabia que minha vida realmente séria estava pra chegar, resolvi pela última vez levar uma vida irresponsável, algo como uma “despedida de solteiro” dessa vida de estudante antes de engatar um emprego realmente sério e começar a minha carreira. Uma vida nômade por quase um ano, apenas se hospedando nas casas de terceiros e indo para onde o vento (ou a Staralliance) me levasse. Além de que nunca na minha vida eu teria uma chance como essa, pois com esposa, menino e emprego fica difícil ficar viajando por um ano…

8.) Quais são os países que você já visitou?

Lá vai em ordem de visitação: Austrália, África do Sul e Ilhas Fiji (2005/2006). Estados Unidos, Havaí, Japão, Coréia do Sul, Hong Kong, Macau, Tailândia, Malásia, Jakarta, Bali, Camboja, Vietnã, Índia, Nepal, Suécia, Polônia, Lituânia, Letônia, República Tcheca, Alemanha, Turquia, Síria, Líbano, Eslovênia, Itália, Vaticano, Áustria, Eslováquia, Hungria, Egito, Israel e Jordânia. Ainda vou para Suíça, Espanha e, Portugal (todos em 2008). Além de 19 estados pelo Brasil :). Gente, nem parece que foi tanto assim, hahahah.

9) Quais são as diferenças mais gritantes entre o exterior e o Brasil?

Gringo não sabe jogar futebol, não sabe chegar em mulher e, claro, não sabe sambar. Eles parecem uma geladeira dançando salsa. Alguns países são mais organizados (e portanto mais chatos), outros são engraçados e por aí vai, mas pra mim não tem lugar como o Brasil… Gente, eu AMO esse país. Não vejo a hora de voltar para o Maranhão. Falar nisso, vocês já visitaram os Lençóis Maranhenses? Hehehehe

____________________________________________________________________

Amanha tem post novo

Abraços maranhenses

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

10 comentários em “Perguntas e respostas – Postagem em um blog/trabalho de faculdade

  1. Nossa primeirão? o que aconteceu com os fãs de plantão gente? rsssClaudio, eu acho que vc ainda não se deu conta de quão grande é seu legado…tirando alguns detalhes (e isso eu já falei anteriormente) seu blog é pra lá de interessante. E vou te falar mais, se vc postasse diariamente (e eu adoraria ler) talvez nao fosse tão interessante assim, tudo que é fácil se torna banal, veja por exemplo o caso da periodicidade das copas do mundo, imagine se fosse todo ano….neguinho não iria perder dia de trabalho ou o escambau para assistir os canarinhos jogando bola. A mesma regra eu aplico para os seus artigos (guardando as devidas proporções é claro..rs).Por mim está de bom tamanho, o seu jeito de postar…continue assim mermão, que o resto a gente se encarrega aqui….quando estiver perto da sua chegada intensificaremos os pedidos para uma entrevista nos programas de TV ok?Abração e vá na fé!O aventureiro

    Curtir

  2. Amigo, vc realmente escreveu às 5:32? Nossa!Mas, Claudio, acho q esse post das respostas à acadêmica vai mesmo tirar duvidas de muita gente.Acho que pra completar só faltou vc falar um pouco sobre seus recursos financeiros para a viagem, coisa que eu ja li muita gente te perguntando..É isso, e me diga, vc ainda passará pelas cidades brasileiras? ou já passou, n entendi!bjos

    Curtir

  3. Grande Claudiomar!!!Sensacional a parte do porque você resolveu fazer essa viagem, nunca tinha parado pra pensar nisso, vo começar a planejar a minha agora mesmo!!!Pô, eu pensei que tu fosse mas novo,24 anos e nem parece, faz tanto tempo q eu leio isso aki que eu já até tinha esquecido da época da Austrália, com a chinesa fanática por grana e do outro chines que mata baratas com a mão!!! oO’ chineses são realmente estranhos hahahEnfim, esperava ver teu blog na matéria da Época dessa semana com os “80 blogs que você não pode perder” tinha até aquela bosta de kibeloco (que por sinal você gosta né!?!? ¬¬) e não tinha OMUNDONUMAMOCHILA.COM…ahh, só pra tu não ficar desinformado, Brasil ganhou ontem de 6 à 2 de Portugual lá na tua segunda terra…abraço.Celso Pontes

    Curtir

  4. Mto boa a entrevista, esclarecedora! Como já disseram vai ajudar mta gnt. 😉Só sendo msm uma jornalista pra conseguir a atenção desse maranhense. Mas td bem, daqui a pouco me formo em Publicidade, e como é td Comunicação Social, quem sabe não tenho mais sorte!BjsPitti

    Curtir

  5. hahahhanao sabe mesmo chegar e nem fazer uma se sentir bem hahahhafiz uma trip pela europa em julho/agosto deste anoportugal, holanda, frança e alemanha.experiencia incrivel, que desde que pisei no velho continente já estava pensando e juntar grana pra voltar..um abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s