Hasta siempre, Comandante

Saiu nos jornais que dois dias depois da morte de Chávez, haveria uma grande homenagem a ele em Havana. Ia ser na Praça da Revolução, pátio de discursos memoráveis de Fidel e onde milhões de pessoas já se aglomeraram para ver o papa. Caraca, fiquei super empolgado, achei que ia ter um discurso do Raúl Castro, quem sabe até Fidel. Atrasei em um dia a minha saída de Havana para quando chegar lá, descobrir que a homenagem que iriam fazer a ele, basicamente foi por uma foto do Chávez em uma torre da Praça da Revolução e deixar que as pessoas desse o último adeus a UMA FOTO do Chávez. Pombas, o cara merecia coisa melhor em Cuba.
Tamanho da fila quilométrica para ver a FOTO de Chávez. Segundo o guardinha tava levando mais ou menos cinco horas para chegar na foto. Lógico que eu não fui…


Dica, há só uma carroça na foto…


Nas televisões, lógico, foram duas semanas só falando dele, como ele era um grande homem, um grande socialista, seu legado, que um homem como ele morre só fisicamente, mas não nos nossos corações e blá blá blá.



Gambiarra que existia na porta de entrada do albergue. Diga aí se não dá medo…
Acho que a maior homenagem que eu pude presenciar a Chávez foi um dia quando estávamos em um bar tomando cerveja e, como sempre, tocando tambor e fazendo barulho até a chegada da polícia. Achei que o policial iria só mandar a gente parar, dada as altas horas da noite. Qual não foi a surpresa quando ele começou a dar sermão na gente “como podem vocês, estar aqui festejando, cantando e dançando, um dia depois da morte de Chávez? Vocês não sabem que Cuba está de luto pela morte dele? Respeitem a alma de Chávez! Ele foi um grande socialista…” – e a gente só escutando, lógico, afinal, o homem com a maior arma sempre tem razão.


Depois que o guarda parou de dar o sermão dele, um dos nossos amigos resolveu achar um meio termo, entrar em um acordo. Pegou o tambor e disse pro guarda: – Pois então nós vamos cantar só essa música aqui “Hasta siempre, comandante, Chááááááávveeezzz…”. Lógico que o cana fez uma cara de poucos amigos e fomos obrigados a continuar só bebendo. Porém, bebendo em homenagem ao grande socialista Chávez.
Hasta siempre, comandante Chávez!
O prédio do Parlamento Cubano te lembra o de algum outro país? Abaixo o dos Estados Unidos para comparar. Sim, o Parlamento Cubano foi construído pelos estadunidenses, demonstrando o quanto era próximas as relações de Cuba com os EUA antes de Fidel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s