Eu queria ser, o selim da sua bicicleta…


Adoro galera com uma plaquinha indo me buscar. Virei o senhor “Claudiomark”

Se há uma unanimidade sobre Trinidad é que se você tem um tempo a mais na cidade, aproveite para ir a uma praia próxima, chamada Playa Ancon. São apenas 12 km de lá. Mas se for para ir para essa praia, você tem que ir de bicicleta. Pombas, 12 kms não é nada, quando fui fazer as contas pensei “bem, em Brasília quando saio para pedalar faço pelo menos três vezes isso, então 24 kms não vai ser nada”. É bicho, eu só esqueci de uma variável importante, a bicicleta.

Fui de boa em um vizinho da minha casa particular e o cara me falou que alugavadf a bicicleta por três dólares. Filé, fechei com ele e no outro dia tava a bicicleta na porta da casa particular. Mas, assim, foi eu sentar e eu já ver que havia problemas. Cara, o selim da bicicleta era de alumínio com um pano por cima cobrindo. Aquilo não era um Selim, aquilo era um estupro. 
Queria ver alguém encarar um selim desses…
 Selim no dos outros é refresco. Não pensei duas vezes, subi na bicicleta e fui embora. Fui saindo da cidade e pedalando. Passei por uma placa “Cienfuegos 80km”. Quando passei a placa “Cienfuegos 75 km” comecei a imaginar que havia algo de errado. Como não havia nada dos dois lados da rodovia, tive ficar esperando uns dez minutos até a hora de passar uma carroça para eu perguntar para que lado era Playa Ancon e constatar o inevitável, eu havia pego a saída errado. Sabe aquela sensação de descarregar um caminhão de tijolo no lugar errado? Pois é, 10 km de aquecimento até que não pareciam tão ruins.
Vai um pão?
Já na saída da cidade…
Voltei, peguei a saída certa e parei no meio do caminho para Playa Ancon porque havia marcado um mergulho em uma baía próxima. Havia marcado de chegar lá as 10h. Consegui chegar as 10:20. Quando cheguei o mergulhador me falou que eu estava deveras atrasado. Pensei “esse mergulhador acha que tá onde? Alemanha? Isso aqui é America Latina, temos sempre 30 minutos de tolerância”, só depois que eu fui descobrir que naquele dia havia começado o horário de verão e, sim, eu estava uma hora e vinte atrasado.
Pizza, a comida nacional de Cuba, ainda que só queijo e molho de tomate. Quem se importa? Custava 50 centavos de real…
Óh meus amigos gringos, por que vocês sempre tem que ser tão estranhos?
Não faz mal. O mergulho foi fantástico. Pela primeira vez fiz mergulho em cavernas. Cara, como aquilo é lindo. Parece que você está voando. Saímos da última caverna bem em uma parede onde você via o fundo do mar até onde a vista alcançava!! E isso a gente já a quase 40 metros? Parece pouco, só para efeito de informação, a cada 10 metros a pressão em cima de você aumenta em 1 atm. Estava portanto, a quase 5 atmosferas e nem percebia, tanto era a fascinação de ver aqueles paredões de corais! Indescritível! O melhor foi no final quando já estávamos voltando para a costa eu ver que tinha um peixe literalmente nadando entre as minhas pernas. Quando fui ver era um peixe rêmora achando que eu era um tubarão e tentando colar em mim para pegar uma carona. Peixe engraçado, a boca parece uma ventosa! Quando eu perceber qual era a real intenção do peixe, ele já tinha indo embora.
Pobre tubarão cercado por rêmoras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s