Trabalho, festa, trabalho, festa, trabalho, festa… Depois de alguns dias vivendo na Austrália, mais liso que bunda de neném eu comecei a concordar com a máxima do Falcão de que “eu sei que a burguesia fede, mas tem dinheiro pra comprar perfume”… Minha vida aqui se divide em dois momentos “Antes de virar Dishwasher de Luxo” e “depois de virar Dishwasher de luxo”… dinheiro na mão é ventaval, mas também compra baladas e depravações.. hora de começar o semanário…



Esses dias me chamaram pra trampar pra lavar prato de novo no melhor lugar de todos… é um restaurante que eu recebo apenas 19 DÓLARES A HORA e ainda posso comer o que quiser e tomar o tanto de suco que eu for capaz de consumir antes de explodir. Perfeito… Chegando lá, como de costume, claro, eu já chego com o peito inchado e falando grosso, cheio de moral.. Beleza, o cara só me aponta as panela e lá vou eu, desbravando e dichavando, empunho a minha esponja como um guerreiro medieval e a sua espada e começo a debelar as sujeiras por dentro das panelas e frigideiras.. Depois de aproximadamente uma hora de trabalho consigo terminar de limpar tudo e só olho pro relógio… belezao o shift (turno) era de cinco horas, SÓ FALTAVAM 4 HORAS PRA EU TERMINAR O SHIFT… o que fazer depois? Cheguei pro chefe e só falei: – Chegado, tou sem trampo, o que eu faço? – Senta ali e fica esperando a gente sujar mais algumas panelas. Sossegado.. vou ganhar vinte dólares a hora pra ficar sem fazer nada, bom né? CLARO QUE NÃO!! Caramba, uma coisa é você ganhar pra ficar lavando prato, outra coisa é ficar ganhando sem fazer NADA, só olhando os cozinheiro olhando pra você com uma cara de raiva por saber que a previsão que eles fizeram (afinal eles só me chamam quando acham que o restaurante vai ficar cheio) foi errada e agora eles tão pagando BEM caro por isso.. Mas beleza, fiquei sentadinho esperando… Quando eu fui dar uma olhada na pia que fica do outro lado da cozinha pra ver se lá tinha prato (em uma pia lavamos pratos e na outra lavamos panelas) percebi o motivo de eu não ter trabalho.. Havia uma outra menina junto comigo na cozinha. Beleza, como eu não tinha mais panelas pra limpar resolvi ajudar a pobrezinha a lavar os pratos… Afinal, eu olhava pra bichinha eu só sentia pena… Sabe aquela mulher mais feia que apanhar de alejado? Era a coitadinha.. parecia até que tacaram fogo na cara dela e apagaram a paulada… feia mesmo… Eu olhava, reolhava e olhava denovo e só pensava… Deus pode ser um cara malvado.. A pobre da menina tinha só 16 aninhos, porpetinha (mais pesada que sono de surdo), com uma cara toda troncha (parecia a cara do Welton), mas beleza, tentava ficar de lado e não olhar a cara da dita cuja.. Comecei a perceber que toda hora que ela tirava os pratos da Dishwasher Machine, ao invés dela deixar escorrendo um pouco para depois guardá-los devidamente nos locais apropriados a nossa amiguinha empilhava os pratos e guardava os mesmos todos molhados (o que não é bom para os pratos e nem para a comida). Eu, claro, por cima dos meus já quase 20 dias de Dishwasher de luxo só estufei o peito pra ela e comecei a ensiná-la. – Não, não coloca assim, deixa escorrer que fica mais fácil.. – Ok, vejo que fica mais fácil, obrigada. Passa cinco minutos e a mulher recomeça a empilhar os pratos e lá vou eu explicar de novo… Beleza, ela recomeça a fazer certo, quando foi na terceira vez que a asno da mulher não conseguia acertar, deu uma vontade de virar pra ela e perguntar: – Vem cá, minha filha, o que você fez na vida passada pra Deus te judiar tanto? Tu além de ser mais feia que Paraguaio Baleado tu ainda por cima AINDA É TAPADA? Tu por um acaso usaste o Santo Sudário de pano de chão? Colou chiclete na cruz? Fizeste caipirinha no Santo Graal? Afe maria… nessa hora eu já desisti e voltei a esperar chegar mais panelas.. Nisso um dos chefes já desesperado por eu não estar fazendo nada pede pra eu subir pra limpar o chão do segundo andar… Pense num menino que demorou quase umas meia hora pra limpar uns 20 metros quadrados… Fiquei lá, limpava, relimpava, sentava um pouco.. Sabia que não tinha nada pra fazer embaixo mesmo.. Depois de cinco horas de trabalho eu enfim vou embora pra poder pegar mais panfletos e terminar o meu dia bem pacas…



Em relação ao meu fim de semana.. pense num fim de semana que foi destruidor… Caraca eu acordei de manhã e saí pra praia porque eu sabia que ia ter uns brothers lá e com certeza os bichos iam surfar.. desci pra lá e a galera já se encontrava na praia.. foi só esperar um dos bichos voltar do mar pra poder pegar uma prancha e descer pro mar… Nossa, mas praia aqui é CHUMBADA de gente… gente, GENTE!! Cê vai pular no mar é surfista, SURFISTA pra caralho… não muito raro neguinho acaba se trombando.. E eu lá.. tirando onda de novato.. A melhor parte foi eu, no meio da minha guerra contra as ondas, tentando entrar em uma. Não consegui, a onda acabou tragando aquele sistema homem-prancha e quando eu resolvo finalmente me recompor depois de um caldo fenomenal, veio outra onda atrás e pegou minha prancha de lado, resultado? A prancha deu um vôo em direção ao meio da minha testa.. lá vai o pobre do Claudiomarzinho cultivar um belo galo na cabeça por uns bons tempos… depois de umas meia hora de caldos e caldos resolvo voltar pra areia pra conversar com a galera.. Depois de alguns minutos fomos pro Apê dos brother pra se arrumar pra festa que estava por começar.. nossa.. mas pense numa festa destruidora.. festa Open Bar.. NEGUINHO BEBEU MUITTTTOOO!!! Caraca, quando foi na hora de ir embora era neguinho chutando as paredes, socando vidro de carro, abraçando vaso, chamando urubu de meu loiro.. como não tinha a chave de casa eu resolvi dormir na casa dos brothers… não tinha cama e o jeito foi eu dormir no carpete mesmo.. quando é de manhã eu só vejo a poçona de vômito de um amigo nosso.. o bicho vomitou PELA JANELA… mas foi um vômito PERFEITO, perfeito MESMO digno de foto… toda vez que alguém vomita por janelas, sempre o vômito vai escorrendo um pouco pela parede e cai um pouco no chão, só que o bicho teve as manhas de vomitar pela janela e não sujar EM NADA A PAREDE DO APÊ DELE.. Só o pobre do vizinho do apartamento do térreo que ficou com o chão próximo a sua janela todo melado de vômito.. o bicho só deve ter acordado de manhã e pensado… QUE PORRA É ESSA? Será se foi um pombo? POis é.. a gente acorda e o que vai fazer? Claro.. PRAIA.. depois da praia desce pra jogar bola no parque.. depois da bola.. jogar winning eleven na casa de uns brother… Vou chegar em casa só domingo meia noite.. Jonas quando me olhou só me pergunta.. Vem cá, meu filho, tu ainda estais vivo? Eu pensei até em te ligar pra saber o teu paradeiro…



é galera… esse vai ser menor.. se deus quiser o próximo vai ser BEM maior… tamo combinando uma viagem pra Brisbaine e Byron Bay que tá prometendo pacas…



abraços maranhenses

2 comentários em “

  1. Cara, ñ sei se tu vai ler esse, mas…Bicho, ñ tem como ñ rir contigo, hein?! A bixinha lá era tão feia assim? Parecia q tacaram fogo e apagaram à paulada??? hahahahhaahhE o pior, “troncha q nem o Welton?” Essa tu pegou pesado viu?!!!! hah aha ha ha ha ha h a ha h a h ah a ha hahhaha

    Curtir

  2. Adoooro ler suas crônicas.Com esta parte gargalhei de fato… Ô dó!!!! “…Sabe aquela mulher mais feia que apanhar de aleijado? Era a coitadinha… Parecia até que tacaram fogo na cara dela e apagaram a paulada… Feia mesmo… Eu olhava, reolhava e olhava de novo e só pensava… Deus pode ser um cara malvado…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s