Um turco mal humorado e muita confusao

nossa, tipico titulo de turma da monica.. uauehauehauh

Lembro que o último blog eu havia terminado falando que seria m

uito

difícil, mas muito difícil do blog continuar a sua “tradição” de altos e
baixos feito um gráfico seno ou cosseno (dessa vez mando junto o gráfico
pra galera saber do que eu ando falando), haja vista que agora eu tinha
um trabalho massa e a mulher tinha me ligado chamado pra trabalhar mais
ainda, sem falar que esses dias eu já me encontro cansado (sim,
cansado!!!) de trabalhar. Mas é, vamos começar o blog

Tem coisas na vida que te marcam pra sempre: o primeiro beijo, a
primeira transa, o primeiro zero, a primeira bomba no banheiro do colégio, a
primeira facada (não que eu já tenha levado uma facada, foi só pra
ilustrar)… mas eu acho que nao ha nada mais marcante na sua vida do que “a
primeira multa em solo estrangeiro quando você se encontra completamente
liso” Hua Hua Hua (risadas maquiavélicas).

Eu já havia explicado como funciona aqui na Austrália o sistema de
transportes. Aqui não existem cobradores dentro dos ônibus, é apenas o
motorista e duas máquinas para você colocar o seu ticket e seguir viagem.
Se você não tem ticket, vai de encontro ao motorista, fala pra onde você
vai e ele te diz quanto você tem que pagar. Simples assim. Existem
vários tipos de tickets, os que você compra e circula quantas vezes quiser
por uma semana ou entao várias cores de dez charges (você pode usar dez vezes o
ticket). O preço varia conforme as cores, quanto mais você vai pra
longe, mais a cor vai escurecendo e mais você tem que pagar pelo cartão de
dez charges.Você pode comprar o ticket mais barato se for pra muito
longe, mas aí corre um pequeno risco, o risco de ser PEGO!!!! De vez em
quando, mas MUITO de vez em quando, sobe uns tiozão no ônibus e vai
checando o ticket de um por um, se você está com o ticket errado, ele na
hora já pede uma identificação sua e te dá uma multa, coisa pequena, nada
que 100 dólares não pague. Quando eu cheguei, eu comprava sempre o
ticket certinho e pegava meu ônibus tranquilo, sem problema nenhum, mas
depois de um tempo eu comecei a notar que TODOS os meus amigos usavam o
ticket mais barato pra viajar ao invés de usar o ticket certo pra ir pra
Bondi, daí eu comecei a pensar… Porque não comprar também e
economizar 1,20 por passagem? Putz, eu tenho como espaço amostral mais de VINTE
AMIGOS que usam esse ticket errado há mais de dois meses e ninguém se
deu mal, não é possível que EU, QUE QUASE NÃO PEGO ÔNIBUS, vou ser pego.

Se vocês estão notando o meu raciocínio, matematicamente é praticamente
impossível eu ser pego por algum fiscal, pois se jorgamos na
probabilidade, veremos que todo mundo, que pega ônibus diariamente com o ticket
errado, tem a probabilidade muito maior de se estrepar do que eu, que
pego uma vez por semana. Beleza, matematicamente era improvável. Só que
eu esqueci de adicionar uma variável importante: O MEU AZAR!!! Ninguém
aqui é mais azarado do que eu, sou capaz de afirmar que tenho um azar
proporcional ao do Zagallo e o do Rubens Barrichelo. Sem falar que eu não
levei em consideração que eu já tinha tido uma semana muito boa, logo a
semana seguinte era a semana de eu me estrepar. Putz, até o Jonas já
tinha sido pego com o ticket errado e foi só falar pro tiozão que ele não
sabia que o cara liberou ele. Acabou que o azar acabou virando de vez o
jogo matemático e colocando os números contra mim. Gente do céu, eu
tava pegando meu busão, DUAS DA MANHÃ, voltando pra casa, com o meu belo
blue ticket e do nada, sobe no busão os fiscais. A primeira coisa que eu
pensei foi, o que leva um corno, miserável a subir no busão, PLENA 2 DA
MANHÃ pra checar ticket? Mulher dormindo de calça jeans, filho viado, filha prostituta?
Putzgrila, eu procurei se havia uma rota de fuga, tipo pular pela janela
ou algo do tipo, mas vi que eu estava devidamente encurralado, logo não
teve outra, a solução foi fazer a melhor cara de bobo que eu
conseguisse e falar pro cara que eu não sabia. Não teve conversa, não teve papo,
o cara só pediu uma identificação e lá se foi a multinha, o bicho nao quis nem conversa, nao quis nem saber se eu sabia ou nao, se eu falava ingles ou nao… La vou eu doar 100 dolares pro governo australiano… eu por um
lado fico até “feliz”, pois se essa multa for o preço pro meu azar ir
embora, eu pago sem problemas…

Agora voltando ao trampo. Eu nunca achei que eu ia gostar tanto de
lavar pratos na minha vida, caraca, o hotel é legal demais!!! Fora aquele
staff room que parece um parque de diversões, o pessoal que trabalha
comigo é super gente boa. A melhor parte foi que o chefe, não sei porque
cargas d’água, gostou DE MIM (ui ui, que homosexual), falou que gostou
muito do meu trabalho, que eu trabalho muito bem e agora quando ele for
ligar pra agência ele não vai mais ligar pra marcar pra alguém
trabalhar, mas sim pra EU trabalhar. E claro, perguntou por quanto tempo eu
iria ficar em Sydney. Respondi, claro, a verdade: Ainda fico por mais 8 ou
9 meses, senhor. O que é? Já dizia Nossa Senhora em o Auto da
Compadecida para poder defender João Grilo: A esperteza é arma do pobre MULTADO.

Se eu falasse pro cara que eu estaria indo embora pro Brasil em um mês
e meio, talvez ele não me “contratasse” e eu continuaria na pendura.
Vou continuar trabalhando lá normalmente, só que de um dia pro outro, os
caras vão tentar ligar no meu celular e o mesmo se encontrará
desligado… simples, né? Uhuahuhae… Mas pois é, a galera do trampo é SUPER
gente boa!! Eu pensava assim até começar a trabalhar com o turco chamado
Metan.

Rapaz o bicho é muito troncho. Pra começar o cidadão é turco e é,
sem brincadeira, um dos caras mais mal-humorados e rabugentos que eu já
conheci na vida. O bicho é tão razinza que chega a ser engraçado.
Quando trabalho neste hotel, geralmente, eu e outro Dishwasher somos
responsáveis por cuidar de um restaurante, de três cozinhas e, quando ocorre
o Function, cuidamos de quatro cozinhas diferentes. O trabalho é assim,
existe a main kitchen (cozinha principal) que é como o nosso QG, tudo
acontece lá, é lá que se encontra a abençoada Dishwasher Machine e
existem as outras cozinhas, a small kitchen, o cushion e a function (que
abre muito de vez em quando) e nós temos vários trolleys aonde vamos nas
cozinhas, pegamos os pratos, colocamos nos trolleys e levamos para a
main kitchen pra podermos lavarmos na maravilhosa DishWasher Machine!!!

Pois é, outro dia tava trabalhando eu e o digníssimo Metan e eu fui pegar
mais pratos no outro restaurante. Quando eu cheguei, o cara olhou pro trolley

com sangue nos olhos, d

esligou a gloriosa Dishwasher Machine, olhou pra

mim com aquele olhar compenetrante e soltou, com aquele seu inglês
difícil de entender, um: – Você não pode usar o cérebro? Eu respondi um: eu
até uso, mais às vezes a gente fica cansado de usar, por que? – Você
não consegue ver nada de errado? Aí eu fiquei sem entender, porra, não
tinha nada de errado naquele carrinho, aí o cara me aponta o prato e mostra… – ta vendo esse pedaco de bife aqui em cima do prato? – Sim, tou vendo. – Pois isso aqui nao e’ sua obrigacao de limpar, eles tem que jogar toda a comida fora, nao voce!! E pegou o prato e arremessou, nao ele nao colocou o prato em cima da mesa dos garcons, ele ARREMESSOU na mesa dos garcons. Depois de arremessar o prato na mesa e fazer o maior barulhao e o restaurante inteiro parar pra ver aquela cena inusitada o cara so olha pros garcons e fala: FUCKING BASTARDS!! uhAUEHUAHUAHEUAEHEUHAE.. Caraca, mas na hora me deu MUITA vontade de rir. Mas tive que me conter, haja vista que a cara dos garcons nao era das melhores (acho que nao e’ todo dia que um lavador de prato te chama de “bastardo filha da puta”) uhauehaeuhaeuh.. O bicho e’ o tempo todo reclamando e xingando.. Teve um dia que eu tava trabalhando com ele e a garconete comecou a colocar os pratos nas nossas pratileiras pra gente limpar, ela foi colocando os pratos e eu fui pegando. Rapaz, na hora que eu peguei o prato da mao dela a mulher comecou a ficar desesperada: AAAHH!!! CALMA CALMA!!! Eu vou jogar a comida fora, espera eu jogar a comida fora!!! Eu fiquei ate com pena da bichinha, eu sai de tras da pratileira e falei: Ei, nao se preocupa, eu te ajudo a jogar a comida no lixo!! uaeuhaeuhaeuhea… Percebi que a cara dela ficou mais calma quando viu que era eu e nao o Metan que tava lavando os pratos naquela hora. Se fosse o Metan, acho que ela ia ficar com medo dele voar no pescoco dela. Apesar de tudo o cara e’ gente boa (nao com os garcons, comigo, claro), ate conversamos sobre futebol e eu nao perdi a chance de tirar onda com a cara dele (com um certo receio e a uma certa distancia, confesso) por eles terem perdido pra gente duas vezes na copa do mundo, depois eu escrevo mais sobre as historias com o bicho..

Ha varias coisas que sao indiscutivelmente internacionais e pertencentes a todas culturas, coisas do tipo odio ao bush, amor ao dinheiro e preferencia das mulheres pelo charme maranhense podem ser citadas, mas no trabalho eu descobri mais uma que pode ser incluida nessa lista. Aconteceu assim, estava Claudiomarzinho no Garbage Room (nao sei a traducao, mas e’ o local onde deixamos as latas de lixo para os caminhoes levarem embora) e tinha duas garconetes la. Nao perdi a oportunidade, claro, de chegar conversando com elas, como quem nao quer nada, e puxar um papo. Quando eu ia chegando pra conversar com as mulheres eu so vejo elas gritarem: AAAHHHHHHHHHH!!! Caraca, parecia o grito da morte, achei que tinha alguem arrancando os intestinos delas, corri pra ver o que tava acontecendo, quando eu cheguei e perguntei a elas o problema a mulher me fala: BARATAS!!!! Deus do ceu!! Eu viajo pro outro lado do mundo e continuo vendo mulher gritando com medo de barata, deus do ceu. La fui eu matar as baratas e, claro, depois receber todos os louros por tao heroica atitude com as meninas… Mas em relacao a baratas eu paguei pau foi pro June (o coreano). O June tava tomando o cafe da manha dele e o Jonas tava com a Luisa na cozinha. Do nada apareceu uma barata. Jonas e Luisa se muniram de chinelos e comecaram o PA PA PA PA PA!!! E nada de conseguirem matar a barata, o June, muito mais esperto, se levantou, olhou a barata, mirou, espremeu a bichinha na parede COM O DEDO INDICADOR e voltou a comer o seu cafe da manha como se nada tivesse acontecido, simples, ne? Hoje tava eu e a Luisa conversando na cozinha, quando 

do nada apareceu uma barata NA GELADEIRA!!! e ficou passeando. A Luisa so falou: Barata na geladeira? Deus do ceu, o que e’ isso? June!!! E la vem o June pegar a barata com a mao e joga no lixo, uaeuaeuhaeuhae eu pago muito pau pra esse coreano!!! Vou levar ele pra trabalhar no meu restaurante..

Galera, eu vou terminando agora.. tou num domingo com sol tendo que estar aqui na lan pra poder atualizar esse blog. Mas tinha que fazer de qualquer jeito, a Bovespa fechou o pregao de sexta feira em baixa porque as acoes do meu blog estavam caindo, tinha gente especulando sobre a nao mais postagem do blog, por isso tou postando agora pra ver se as acoes do meu blog voltam a subir no mercado financeiro. Se possivel vou ver se posto o outro ja na quarta, porque ai as acoes voltam a subir, pois o mercado financeiro vai comecar a especular um provavel dois posts em uma semana e a Bovespa pode fechar o pregao em alta…

abracos

9 comentários em “Um turco mal humorado e muita confusao

  1. Tá se achando, hein maranhense?! haeuieheiueah… Fiz teu trancamento e continuo de olho nas novidades daqui. Gostei da versão foto-ilustrada do blog, agora até os analfabetos podem ter uma idéia do que tá rolando contigo! hauiehaeuiheiueheui.

    Curtir

  2. Fucking bastard!! sempre quis ver alguem dizendo isso..sabe..aquilo que sempre acontece em filme! eheheehhehheeheheh que besteiraaa!!! 😛e o carnaval?bandida?nada? hihihibeijooosssssss

    Curtir

  3. Quer saber? Manda o June pro Brasil. Vai ser um negócio inédito, ele pode começar eliminando as baratas daki de casa, daí ele vai de casa em casa exterminando baratas. Vai ser um “negoção”! beijo Mará=***

    Curtir

  4. Escreva posts maiores. Estou aqui na câmara dos deputados e não tem nada pra fazer. Prometo que compro algumas ações.PS. Quando voltar traga Tim Tam’s – o segredo australiano da felicidade.

    Curtir

  5. Me chamo Fábio, acabo de me tornar professor de inglês. Já vi que o Professor Zecão é phd em Português e como você é um discípulo dele, queria que me tirasse uma dúvida. Gostaria de perguntar sobre uma dúvida muito freqüente: porque o nome de nosso país é escrito com “Z” em outras línguas (especialmente o inglês)? De onde surgiu esta modificação? Desde já, agradeço a atenção e parabenizo pelo excelente trabalho.

    Curtir

  6. Tua mala chegou, o Matias se adonou da moeda coreana q veio junto, pra colecao dele.Agora que voce ta faturando alto, pode comprar umas roupinhas novas aquelas q vieram ja doamos pra favelados da Vila.Abracos. Lauro.

    Curtir

  7. aff.. consegui ler este blog hoje.. (que correria)!E estou passando aqui pra contribuir com o seu blog no mercado de ações… Ele merece estar em alta…BEIJOS

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s