Mesmo com tantos motivos/ Pra deixar tudo como está/ Nem desistir nem tentar/ Agora tanto faz/ Estamos indo/ De volta pra casa…


Nada como uma música que ficou famosa na voz de Cássia Eller pra poder ilustrar um dos pontos mais complicados que enfreto todos os dias no trabalho que é a vinda pra cá e a volta pra casa. Cara, é complicado! Moro muito longe do meu trabalho! São quarenta minutos andando!
O problema não é nem esse. O principal problema relacionado a morar longe do trabalho, não é a distância em si, mas o fato de que o sistema de transporte público aqui em Santa Bárbara é insuficiente, pra não dizer patético. Pombas, eu moro perto da praia, mas pra poder chegar na parada de ônibus mais próxima da minha casa preciso andar por volta de 20 minutos. Os ônibus que passam na rua principal aqui da cidade não chegam sequer perto da praia, isto é, se você deseja pegar um busão da sua casa pra praia, pode se preparar que você vai pegar uma pernada danada. Muito inteligente isso, né? Pra que ter uma rede de transporte públicos eficientes que possam te levar pra praia numa cidade em que a maior atração turística, é, adivinha, A PRAIA?? Pois é, pra não dizer que não tem um ônibus que vai até a praia tem um sim, mas ele é um busão pra turista, todo enfeitadinho e talz, pra você ficar fazendo city tour pela cidade. O problema desse busão de turista, é que, além de não trafegar durante a noite, a tia que dirige o ônibus te cai de grito se você estiver mal-vestido, pois ela pode achar que você é um hippie (vide blog passado).

Resumindo a história, se eu for andando, da porta da minha casa até a porta do hotel eu gasto 40 minutos, se eu for andando até a parada e pegar o busão normal eu gasto 30 minutos. Logo, eu prefiro ir e voltar andando porque assim pelo menos eu faço um exercício e não engordo que nem um porco por causa que só como porcaria por aqui. A cidade parece ser segura, toda hora tem carro de polícia passando (isso às vezes é uma merda, já que se você atravessar a rua quando o sinal estiver aberto pros carros, você paga uma singela multa de algumas centenas de dólares) e nunca ouvi falar de alguém que foi assaltado. Pra falar a verdade o que dá medo na hora de ir e, principalmente de voltar pra casa, não é ser assaltado não! Meu medo é que o caminho de volta pra casa é MUITO sinistro! Eu não sei o que vocês faziam com 14 anos, se já faziam sexo ou estudavam pro vestibular, mas eu com 14 anos jogava muito era playstation. Ou seja, grande parte da minha adolescência eu gastei jogando Resident Evil, Silent Hill, Diablo e jogos de horror do tipo. Tá certo que enquanto eu tava jogando em casa não dava tanto medo, mas não é nada confortável ficar na madrugada, com tudo escuro e deserto, andando por quase meia hora em cenários que lembram bastante o dos games que eu jogava. Parece besteira ou viadagem, mas só estando no local pra entender do que eu falo.
Cara, o caminho de volta é MUITO sinistro. As ruas são MUITO escuras! Apesar de ter postes de iluminação, os mesmos ficam todos desligados a noite(pra que iluminar quando tá escuro, que coisa mais de maranhense, né?). Mais um complicador é o frio! Além de ser chato andar no frio, por estamos entre montanhas tem muita neblina. Pra completar de vez o cenário, as casas com todas as luzes apagadas e só o barulho do vento batendo nas janelas. Faltou só abóbora iluminada. SINISTRO!!! HEHEHHE… A melhor não é nem essa, a melhor é que no caminho de casa eu ainda cruzo com duas igrejas. Tá, beleza que igreja não é o lugar mais diabólico existente, pra falar a verdade é o contrário disso. Mas as igrejas são as únicas coisas iluminadas por dentro durante boa parte do caminho. Tudo bem, são iluminadas, mas não com luzes na porta, as luzes ficam dentro da igreja e são VERMELHAS!! Velho pra que diabos alguém vai iluminar uma igreja só pela parte de dentro ainda por cima com luzes vermelhas?? Bicho, pra quem não viu ainda parece ser de boa, mas pra quem jogava Diablo I, é IGUALZINHA àquela igreja que a gente entra no começo do jogo. Com as luzes vermelhas saindo pra fora e tudo! Assustador! Ainda bem que eu não vou trabalhar aqui durante o Halloween.. ehhehehe… Eu tou até vendo a hora de eu escutar “Fresh Meat” no meu cangote e ter que ignorar o “Butcher”porque eu tou atrasado pro trabalho (Piadinha do jogo de computador Diablo I)…

3 comentários em “Mesmo com tantos motivos/ Pra deixar tudo como está/ Nem desistir nem tentar/ Agora tanto faz/ Estamos indo/ De volta pra casa…

  1. B-I-X-A!!!! BAITÔLA!!! Só falta agora arrumar emprego em pizzaria e contar pra todo mundo que tem medo de acender o forno!heauiaehaieu

    Curtir

  2. Fresh Meat hahahah!!!! O difícil seria catar a sua orelha de volta! – só estou lendo o blog agora, considere.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s