Tá, vamos lá, um fato inusitado

Pra não dizer que não rolou nada demais, nada estranho aqui, nada inusitado por essas bandas, aconteceu algo inusitado sim. Tava eu, dando um rolê pela cidade, quando do nada passou um bando de cara vestido como carregador de mala do meu lado. Uns cinco ou seis, conversando e rindo bastante. Passaram do meu lado e foram entrando em um Subway (glorioso Subway). Pensei “Os caras devem tá tirando um break do serviço e vieram aqui pra comer alguma coisa. Mas que tipo de hotel aqui em Santa Bárbara precisa contratar cinco carregadores de malas pra trabalhar de uma vez?? Pombas, deve ser frenético o trabalho lá, deve ter hóspede que só a casa da Mãe Joana”.
Blz, dei uma risada e continuei indo em direção a praia. Mermão, do nada, passou foi UMA GALERA vestida daquele jeito. Aí eu disse pronto! Pombas, comecei a pensar se todos os carregadores de malas de Santa Bárbara resolveram pegar um break na mesma hora ou coisa assim. Quando eu cheguei na praia e vi centenas deles, aí sim comecei a ficar encucado. Juro que fiquei pensando em algo realmente inusitado, do tipo… Er.. Hum… Será se tá rolando é um… um… um CONGRESSO DE CARREGADOR DE MALAS aqui na Califórnia? Cara, falo muito sério que pensei nisso!!! Mermão, cê vai pensar o que??? Todo mundo vestido daquele jeito?? Festa a fantasia é que não ia ser!!

Pô, beleza, não ia ser um congresso de carregadores de malas em si, mas tipo, um congresso de hotelaria aonde pessoas com baixa qualificação decidiriam o que seria melhor a se fazer no “chão de fábrica”. Cara, de um estado que elegeu Arnold Schwarzenegger como governador você pode esperar tudo! Chegou uma hora que eu, não aguentando mais de curiosidade, resolvi parar um transeunte no meio da rua e perguntar de onde diabos tinha surgido toda aquela galera. Eis que, do nada, o cara me aponta lá no meio da praia e me mostra o porquê daquilo.

Aportou aqui em Santa Barbara o glorioso USS Ronald Reagan, um porta-aviões americano. Nada mais que isso! Os “carregadores de malas”, eram nada mais nada menos que os tripulantes do bendito porta-aviões que aproveitaram pra poder dar um rolê aqui na cidade. Simples assim…

Ah tá, mais uma vez você deve estar pensando ‘Nossa, mas como maranhense é bicho burro, como assim ele não reconheceu os “gloriosos” marines mericanos andando nos meios das ruas’? Valeu, velho! Eu não tenho culpa se os “estilistas” americanos, sem saber como fazer o uniforme da marinha, resolveram fazer o mais fácil? Copiaram o uniforme dos carregadores de malas do hotel deles? O uniforme da nossa marinha é branco, não tem nada a ver com o deles… Que dá pra confundir muito fácil com carregador de mala, isso você não tenha dúvida.
obs: Claro que eu nao tirei foto deles, ne?

Ixi, mas depois que eu fui ver o bafafá que ficou nessa cidade. Os principais bares e lojas colocaram faixas e fotos saudando o glorioso porta-aviões americano. O jornal local conclamava as pessoas a darem boas vindas aos “bravos guerreiros da liberdade” e por aí vai. 
Eu fui lá no Pier da cidade dar boas vindas aos “bravos guerreiros da liberdade” e tentar bater umas fotos do porta-aviões. Só que tava meio longe e a foto não ficou muito boa. No que deu pra ver, não parecia ter nada demais, era só um bando de ferro em cima de madeira que bóia quando você joga dentro d’água. Quem faz um catamarã, faz um bicho daquele, é só ter um pouco mais de madeira.. heheheheheh. Tá, vamos parar com essa história, o porta-aviões realmente era impressionante, pena que não consegui uma boa foto.
Mas o melhor da história foram os tripulantes andando no meio da rua mesmo. Mas os bichos andavam com o peito mais inchado que sardinha grávida, com um ar de superioridade que só vocês vendo. Isso devido ao fato de que por onde eles andavam eles eram saudados pela população que parecia pagar um pau muito grande pra eles. Pra mim eles não são nada demais. Continuam sendo um bando de carregadores de mala com um chapéu de pasteleiro na cabeça. Vai a foto 

de como a cidade inteira estava lá no Pier dando boas vindas ao “bravos guerreiros da liberdade”.

2 comentários em “Tá, vamos lá, um fato inusitado

  1. PUTA QUE PARIU!!!Maranhense é bixo burro mesmo!Congresso de Carregadores de Malas e porta aviões feito de madeira num post só foi demais!De todo modo, me acabei de rir!

    Curtir

  2. Porra Barata…tu para de falar mau do corinthians…ele só esta passando por uma fase…digamos…complicada…nada mais que isso!!!P.S: Tu é burro mesmo…naum era congresso coisa nenhuma…é que os americanos ja mataram tds seus soldados nessa guerras contra inimigos ocultos que agora eles resolveram mandar o exercito dos carregadores de malas!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s