Coréia do Sul – Sociedade

Cara, outro fator interessante da Coréia do Sul, foi o crescimento estrondoso que eles tiveram neste século. Ao contrário dos nossos períodos de prosperidade, o crescimento econômico deles foi acompanhado de distribuição de renda, criando assim uma classe média absurda e com alto poder de compra. Eles também possuem várias empresas de caráter internacional, como LG, Samsung, Kia, Hyundai, Daewoo… Não é brinquedo não! Enquanto nossas empresas globais exportam frango e petróleo, eles trabalham com semicondutores, chips e altíssima tecnologia.
Antes de ir para a Coréia do Sul eu imaginava que lá eles iram ter um desenvolvimento parecido com o do Japão! Mas cara, pelo menos Seul, parece MUITO com São Paulo! Engarrafamentos, gente gritando, economia informal pelas ruas e pessoas esmolando. E cara, é impressionante como tem gente pedindo dinheiro pelas ruas de lá! Ao contrário dos mendigos dos EUA, que são hippies, viciados em drogas ou algo do tipo, tinham muitos mendigos você via que eram pessoas que realmente pediam por necessidade e não por preguiça de trabalhar.
Não tou querendo dizer que é aquela parada caótica de São Paulo, com camelô pra todo lado, gente pedindo dinheiro em toda esquina e todo mundo querendo te esfaquear, mas é que eu achava que eu ia chegar lá e encontrar uma cidade mais parecida com Sydney. Mas, como falei antes, isso não tira o mérito dos caras pelo crescimento deles!
Outra coisa impressionante é que NINGUÉM nas ruas fala inglês! Bicho, que luta pra poder conseguir alguma informação por lá!! A parada era insana demais! Ficar perdido em Seul não é nada agradável. Eu só não me dei tão mal porque morava perto de um Mac Donald’s, logo se eu me perdia perto de casa, eu só falava: – “Mac Donald’s”! A pessoa me apontava e eu ia indo. Quando era longe, era só perguntar onde ficava o metrô mais próximo (eu tinha um livro que continha o ideograma “metrô” e apontava pra ele quando o cara não entendia “subway”) e ficava tudo de boa.
Seul não me foi tão interessante no aspecto turístico. Tem poucas coisas muito legais pra se ver por lá e TUDO é muito caro! Acabei gastando mais por lá do que no Havaí! Apesar de tudo, eu gostei bastante de ter visitado alguns complexos de templos antigos que eles têm por lá (que foram queimados várias vezes pelos japoneses e depois reconstruídos) e também fiz umas caminhadas pela cidade.

2 comentários em “Coréia do Sul – Sociedade

  1. Esteira em aeroporto não é nenhuma novidade, no Charles de Gaule da França e outros tem estas esteiras

    Curtir

  2. “Enquanto nossas empresas globais exportam frango e petróleo, eles trabalham com semicondutores, chips e altíssima tecnologia.”

    Essa foi fod4 rsrs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s