Guerra do Vietnã – entenda mais sobre

É lógico que os EUA não ficaram nenhum pouco satisfeitos quando perceberam que um dos seus estados satélites, numa das regiões mais estratégicas da Ásia corria o risco de ficar sobre dominação comunista. No início da guerra, eles apoiaram o Vietnã do Sul com armas e grana, numa parceria parecida com a que hoje possuem com a Colômbia. Em 1965, percebendo que não ia dar pros sul-vietnamitas e Ho Chi Minh e seus amigos ia realmente unificar o país, os EUA resolveram ser mais enérgicos.
Rio Mekong, famoso durante a guerra

Todo esse engajamento estadunidense devia-se ao receio de ocorrer um “efeito dominó”, ou seja, se o Vietnã ficasse sobre dominação comunista, isso iria contrabalancear o frágil equílibrio de poder da região encorajando os outros paises do Sudeste Asiatico a se alinhar aos comunistas. Com o mesmo clichê de sempre “a democracia e a liberdade estão sendo ameaçadas” no Vietnã e arrogantemente confiando em todo o seu aparato bélico e poderio econômico, os EUA começaram a gradativamente despejar tropas no Vietnã. O final todo mundo já sabe. Seguindo o exemplo da França, os Estados Unidos, graças a Deus, pegaram um pau tão grande que até hoje tão sentando de ladinho. Em 1975, o mundo inteiro, chocado, acompanhava pela TV as imagens pateticas de americanos e outros estrangeiros, desesperados, sendo resgatados de helicoptero da Embaixada americana. Era o fim da guerra e mais uma potencia ocidental era vencida pelos vietnamitas.
O principal erro dos estadunidenses, deveu-se ao fato de que eles entraram numa guerra que não era deles, onde seus soldados nao entendiam porque “cabelos longos não usa mais, não toca a sua guitarra e sim, um instrumento que sempre dá, a mesma nota, Ratatá”. Os garotos acostumados a Big Mac e que “amavam os Beatles e os Rolling Stones” estavam lutando contra um povo que há gerações não sabia o significado da palavras “paz” e, além disso, lutavam por um país, por uma nação, basicamente lutavam pelo seu pedaço de chão, portanto não importaria o preço que eles iriam pagar, mas eles não sair de lá tão cedo.

Ho Chi Minh, o maior herói vietnamita

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.

Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!

Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog

4 comentários em “Guerra do Vietnã – entenda mais sobre

  1. Amor!!!Ainda bem que você é formado em REL e pelo amor de Deus não conta para ninguém que a moça de BSS faz Letras, pq PQP.. Tu assassina a Gramática =S Se o MAchado fosse vico ele estribucharia no túmulo.. Mas eu te AMO TANTOO!! Que supero ate isso..huahauhauhauhauhauahuhauhauAMo!!Amooo!!Amoo..UeeeeeeeeeeeeeeeeeeAh!! Para de falar que você tem um 1,63 =SMentiroso!!!Amoo!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s