Munique

Terceira maior cidade da Alemanha, Munique é a capital do Estado Federal da Baviera e possui uma população de aproximadamente 1,3 milhão de pessoas. O nome da cidade é derivada de “Monche”, uma palavra do alemão arcaico que significa literalmente “Monge”. A razão da nomeação da cidade com esse nome foi uma maneira de homenagear os monges Beneditinos que fundaram a cidade em 1158.
Foto do terrorista Afif Ahmed Hamid, uma das fotos mais famosas do “Massacre de Munique”
Munique foi duramente bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial e teve praticamente metade de suas casas transformadas em pó durante o conflito. Apesar disso, hoje a cidade encontra-se inteiramente reconstruída e é uma das maiores cidades da Alemanha com uma economia pujante (Munique é sede de diversas empresas globais como BMW e Allianz).
Sede da BWM
Parque Olímpico de Munique
Embora possua uma rica história desde a sua fundação, Munique também foi palco de um dos mais trágicos acontecimentos na história esportiva. Em 1972, quando sediava os Jogos Olímpicos, terroristas de uma organização chamada “Setembro Negro” invadiram a Vila Olímpica e sequestraram atletas israelenses chamando a atenção do mundo inteiro para o conflito árabe-israelense. O sequestro teve um fim trágico com todos os reféns, parte dos terroristas e um oficial, sendo mortos em uma das piores e mais desastradas operações policiais já levadas a cabo na história. Quem quiser obter mais informações, favor clicar neste link

Mas, sem sombra de dúvidas, o que faz valer uma visita a Munique é a famosa Oktoberfest, que ocorreu uma semana após sairmos da cidade 😦

9 comentários em “Munique

  1. Porra maranhense!!!! Como assim você esteve em München, e não foi na Oktoberfest ??? Pior ainda, você esteve em München a pouco menos de uma semana da festa!!!

    Velho, isso é que nem ir a um motel fudidásso, pegar a suíte mais cara, e brochar na hora.

    Ou sei lá, pegar camarote para a Final da Copa do Mundo, e sair para comprar um cachorro-quente furreco bem na hora do gol do título.

    Enfim, não há palavras ou metáforas que consigam explicar o quanto fiquei perplexo lendo isso.

    heheheheh

    Mas falando sério, bacana o post.

    Só ando sentindo falta das análises sócio-econômicas-histórico-culturais que tu colocava mais antigamente.

    Não sei se porque antes tu falavas de países menos conhecidos para nós brasileiros/ocidentais, ou se porque esquecestes, ou deu no saco mesmo.
    Mas eu curtia muito aquelas paradas.

    No mais, abraços meu caro.

    Ps. PQP, meus pais viajarmão esta sexta para Blumenau na Oktoberfest brasileira, e não irei. Enquanto isso você estava em München e NÃO FOI! Unbelievable!!

    Curtir

  2. Tava mochilando, doido 😛
    Fui conhecer o Uruguai, Argentina e Chile – passei pelo Aconcágua, escalei vulcão, acampei com o povo do CS… foi o máximo!

    Bom, infelizmente não tava mochilando toooodo esse tempo que sumi, depois eu tava mesmo era começando pós, procurando emprego e principalmente mantendo meu emprego novo hauhauahauah

    Mas de coração tava com saudade do seu blog! E tô adorando ter vários textos prontos pra ler 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s