No Arirang da Coreia do Norte, maior apresentação coreografada do mundo, um maluco zoando os oficiais do Exército

Bem esqueçam tudo o que eu já havia falado sobre a Coréia do Norte. Efetivamente, o que me fez mesmo ir para lá foi o Festival Arirang. Bem, Arirang, é uma canção folclórica coreana tida por muitos como o hino de fato das Coreias. Durante o mês de agosto ocorre um festival para celebrar a história da Coréia do Norte e, claro, o nascimento dos grandes líderes Kim Jong Il e Kim Il Sung. Antes de ir para lá, eu achava que esse festival só ocorria uma vez por ano, mas depois que fui descobrir que ele ocorre umas três vezes por semana durante um mês.
Parafraseando os escritos de um dos caras que estavam viajando com a gente, depois de você ver uma apresentação do Arirang que você começa a perceber o quanto sua vida foi medíocre até aquele momento. Não é por menos que o Arirang é a maior apresentação coreografada do mundo, no maior estádio do mundo em um dos países mais pobres do mundo. Assistindo aquilo tudo, você começa a pensar no quanto recursos que poderiam ser investidos em educação, em alimentação, em melhores condições de vida para a população são gastos em um espetáculo daquela magnitude para poder demonstrar o quanto eles amam os seus grandes líderes.
Estádio do lado de fora
Lembrar que cada cabecinha por detrás de um desses blocos é uma criança recrutada em uma escola. Agora vejam as fotos que eu peguei do mural inteiro e saibam o que são 20.000 crianças juntas

Além de, claro, toda aquela força de trabalho que poderia estar trabalhando nos campos produzindo alimentos ao invés de ficar fazendo acrobacias para deleite dos seus ditadores. Grande parte daquelas pessoas dedicam a sua vida inteira para ensaiar e se apresentar um mês por ano e demonstrar a superioridade do regime coreano.

Crianças na apresentação do Arirang. “Essas crianças são muito bem pagas pelo partido” – me disse o guia. Ah bom! E eu preocupado se elas tinha uma infância como crianças…

Quando estava aqui no Brasil, era necessário que eu escolhesse que lugar eu gostaria de comprar para poder assistir a apresentação. Eu poderia escolher terceira classe, segunda classe, primeira classe e classe VIP. A diferença da primeira classe para as outras era, além da melhor localização, lógico, pasmem, UMA GARRAFA D´ÁGUA! OH YEAH! Isso sim me fez comprar a primeira classe. Só não comprei a classe VIP porque além de água o CAFÉ era de brinde, mas não gosto de café =P

SENSO DE HUMOR QUE PODE VALER A SUA CABEÇA

Um dos caras mais engraçados e pirados do nosso grupo teve uma ideia e perguntou pro guia se ele poderia fazer isso por ele. Ele pediu para ir a uma alfaiata que ele gostaria de fazer um pedido. Diz que ele chegou lá e ela perguntou que roupa ele queria que ela costurasse. Uma roupa típica da Coréia do Norte? Um vestido para levar para sua namorada? Diz ele que ele só tirou uma foto do bolso disse “eu quero um desses” e apontou para uma farda militar de um oficial de alta patente que ele viu no jornal. A mulher ficou sem jeito, disse que acharia que não poderia fazer isso e ficou meio com cara de preocupada de ele estar pedindo aquilo. Diz que ele só virou para ela e falou:
 – Eu te pago cem euros
– Pois, pode vir amanhã que está pronto!

Quando o cara sabe argumentar, não tem como não conseguir o que quer.

 No outro dia ele chegou todo feliz no busão parecendo mais um general coreano e a gente só na gargalhada. A gente só percebeu que ele era realmente uma pessoa BEM NOÇÃO quando ele decidiu, apesar dos apelos dos guias, ir vestido com essa farda para assistir a apresentação do Arirang na ÁREA VIP!!! Ou seja, NA PRIMEIRA FILEIRA! Bicho, mas foi muito engraçado!! Na área VIP só tinha galera com muita grana, logo oficiais de alta patente E ELE! A situação lá embaixo era tão tensa, que nem bater foto da área VIP não era permitido, justamente para evitar que os oficiais fossem fotografados. Cara, mas foi muito engraçado, ver o estádio praticamente parando para ver aquele galego, loiro dos olhos azuis, fantasiado e sentado no meio de dois oficiais coreanos!!!! Igualzinho! Só dava para distinguir porque ele era branquelão! Que cena engraçada.
A galera curtiu tanto a ideia que no outro dia todo mundo foi pedir para fazer uma igual e a tiazinha da costura nunca foi tão feliz na vida dela. Eu até pensei em pedir uma fantasia para mim, mas 100 euros era muito caro. Paguei só 10 dólares e levei um chapéu para mim. Vale pela história.
Um dos nosso, no outro dia, passeando com uma farda de oficial
Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

Um comentário em “No Arirang da Coreia do Norte, maior apresentação coreografada do mundo, um maluco zoando os oficiais do Exército

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s