Chegando a Copacabana – Bolívia

O nome Copacabana é um vocábulo indígena boliviano proveniente da união de duas palavras: copa e caguana e que quer dizer lugar luminoso, resplandecente.
Depois de La Paz segui para Copacabana, cidade situada à beira do Lago Titicaca. Quando ainda estava no Bacoo Hostel, comprei o busão de La Paz para Copacabana. O ônibus sai pela manhã ou pela tarde e leva cinco horas para poder fazer o trajeto. Na hora que fui ao balcão do albergue para comprar, o busão na foto era lindo, espaçoso, com ar-condicionado e confortável. Fui lá e paguei acreditando que, bem, no albergue eles não iriam ter coragem de me roubar.

Nunca subestime a Bolívia.

O ônibus quando chegou era uma lata velha, mas como eu só queria chegar a Copacabana acabei indo nele.

Como é a história de Nossa Senhora de Copacabana? Francisco Tito Yupanqui, um nativo, supostamente descendente direto dos Reis Incas, de forte fé cristã, esculpiu uma imagem de Nossa Senhora, mãe de Jesus. No início ela ficou tosca, foi até jogada fora, mas posteriormente foi melhorada e, depois de muita insistência de Tito que recebeu várias negativas antes disso, foi posta no altar principal da Basílica recebendo o nome de Nossa Senhora de Copacabana. A perseverança, insistência, humildade e tenacidade de Yupanqui para atingir o seu objetivo de fé tem hoje o simbolismo de representar todo o povo Boliviano e suas qualidades, por isso que a minúscula cidade recebe peregrinações de Bolivianos de todo o país para sua Basílica. Eles inclusive levam os seus carros novos, recém adquiridos e com enfeites comemorativos, para serem benzidos em frente a Basílica. 
Estátua de Francisco Tito Yupanqui na porta da Basílica segurando a sua escultura
Esse aí vai precisar de muita bênção para esse carro pegar sempre.. Sim, é uma Brasília
Tenho certeza que você está se perguntando o mesmo que eu. Ué? Copacabana também na Bolívia? Sim, na verdade há Copacabana também no Brasil, haja vista que a praia mais famosa do Brasil tem seu nome devido a Copacabana boliviana. Comerciantes peruanos e bolivianos trouxeram uma cópia da imagem para o Rio de Janeiro e construíram uma capela em sua homenagem na rocha que separa a Praia de Copacabana da Praia de Ipanema, dando origem ao nome da praia mais famosa do Brasil. América Latina e suas histórias.

O caminho de Copacabana para La Paz é simplesmente belíssimo! Você vai margeando o lago Titicaca em uma visão privilegiada. 
Caminho para Copacabana
Quando chega o momento de atravessar o Titicaca de balsa, chegamos e somos saudados por uma estátua de Manco Capac, primeiro rei inca, que vou explicar a história posteriormente.

Manco Capac saudando o Titicaca
Apesar da maioria das pessoas irem a Copacabana devido ao Titicaca, o que eu mais gostei mesmo foi da Basílica que tem na cidade. Como eu expliquei, ela é um dos lugares mais importantes para todos bolivianos, sejam crentes ou não. Uma curiosidade é que além da capela principal, foi construída também uma capela aberta para cerimônias ao ar livre. Tais cerimônias eram costume dos indígenas locais e assim ficou mais fácil a assimilação das ideias cristãs.

Capela aberta


Procissão em Copacabana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s