Como tirar visto para o Irã e como chegar ao Irã

No momento em que eu estou escrevendo este blog, 2016, o visto para o Irã era bem simples. Bastava apenas o padrão de sempre: comprar uma passagem de entrada e saída, ter reservado um hotel e descrever sua viagem de boa para o cara da imigração, caso ele pergunte, que o visto sai no aeroporto pela bagatela de 120 euros.

Tem também outra opção que é aplicando diretamente na embaixada de Brasília. Acho que para isso você precisa de uma carta convite de alguém que esteja morando no Irã. A pessoa vai dar entrada no Irã e quando o processo já tiver andado, vão te dar um número de processo. Daí você vai na embaixada com esse número do processo e leva duas fotos 3X4, seu passaporte, preenche um formulário (disponível aqui)  e tem que fazer um exame comprovando que não tem malária, dengue, febre amarela nem HIV. Como faz esse exame? Rapaz, eu fui em um pronto socorro, os caras me arrancaram sangue e na hora saiu o resultado. Foi o primeiro visto que tive que dar o sangue para conseguir. Literalmente.20161021_120259

Depois que levei tudo isso, o visto saiu rápido, menos de dois dias úteis. Enfim, todo esse trabalho pode ser evitado se você tirar o visto no aeroporto. Não precisa nem arrancar sangue.

Existem diversas empresas que fazem voos diretos para Teerã. As melhores cidades para pegar esses voos são Istambul, Atenas e Kiev (lista completa de cidades que tem voo direto para o Irã pode ser conferida aqui). Daí você pode pegar um voo do Brasil para uma dessas cidades, ficar uns dois dias curtindo e depois pegar o voo direto para Teerã, que nem é muito caro, quando comprei eles saíam por menos de 1.000 reais (o preço de um Sâo Paulo – São Luís ida e volta no Natal). Eu comprei um voo Brasília – Barcelona ida e volta e depois comprei passagens Barcelona-Teerã-Chipre-Romênia-Barcelona, no final tudo saiu por menos de 3.500 reais com taxas. Daí foi só alegria.

Imaginei que iria encontrar um país pobre e atrasado, uma Mauritânia, por exemplo. Impressionei-me que encontrei um país parecido com o Brasil, porém, obviamente, com muito menos liberdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s