Breve história do Irã

(Na foto acima, uma bancada de coleção “For Dummies” em persa no metrô de Teerã. Achei bastante interessante =P)

Conforme disse, o Irã é um país de história muito rica, que se conta aos milênios. Chegamos a visitar um zigurate (construção piramidal típica da região, se quiser ler mais sobre zigurates, clique aqui) de mais de 5.000 anos de idade. Segundo escavações, a região do Zigurate começou a ser habitada por volta de 8.000 anos atrás (para ler mais sobre esse ele, clique aqui)

20161018_090142
Zigurate em Kashan

Então, assim, o Irã tem história demais e foram até hoje os sítios arqueológicos mais antigos que já visitei. É o lar dos persas, povo antigo que rivalizou com Roma e com diversos outros impérios sem nunca ter sido completamente dizimado. 

20161018_084825
Fotos de esqueletos humanos escavados próximos ao Zigurate de Kashan e enterrados há 5.500 anos atrás

s20161019_105319s20161019_123006

s20161021_110013
Fica o recado das ruas de Teerã!
s20161021_110228
Achei isso super bacana. O jogo das escadas e das cobras, famoso jogo de tabuleiro que eu brincava quando criança, desenhado em uma praça de Teerã!

s20161021_113704

Hoje é um país predominantemente muçulmano (inclusive o nome do país é República Islâmica do Irã), mas antes predominava uma religião chamada Zoroastrismo, fundada pelo profeta Zaratustra. Ela é considerada a primeira manifestação de monoteísmo, a crença em um só Deus, e influenciou bastante as grandes religiões monoteístas atuais, judaísmo, cristianismo e islamismo. A principal cidade dos Zoroastras hoje no Irã chama-se Yazd, onde se encontra um templo que até hoje atrai peregrinações de Zoroastras do mundo inteiro, o templo do fogo, onde irei descrever com mais detalhes posteriormente.

img_3247

Para falar a verdade, várias cidades do Irã têm templos do fogo (pois tem Zoroastra em todo canto), porém esse é o mais importante.

img_3243

Porém, apesar de toda sua história, a imagem do Irã é manchada devido aos conflitos ocorridos após a revolução islâmica ocorrida em 1979.

Explico. Na década de 70, o governante era um xá (denominação iraniana para monarcas) extremamente impopular, Reza Pahlevi.

mohammad-reza-pahlavi-1
Reza Pahlevi

A sociedade civil iraniana começou a lutar contra o xá, que era apoiado pelos países ocidentais. Depois de massivas manifestações, onde chegou-se a ter quase 10% da população do Irã nas ruas (a título de comparação, a Revolução Russa colocou apenas 1% da população nas ruas e é considerada uma das maiores), o xá foi deposto em 1979 por meio do movimento que ficou conhecido como revolução islâmica.

s20161021_114021
Estátua de Ibn Sina (Avecina) em um jardim iraniano. Ele foi um famoso médico persa e um dos maiores pesquisadores em medicina da história
20161019_123011
Praça onde ocorreram manifestações que foram massacradas pelas tropas do Xá. Estava em reforma =(

Esta revolução tem uma particularidade interessante pois ocorreu sem nenhuma característica semelhante a outras revoluções. Não havia uma crise econômica forte, derrota humilhante em alguma guerra (pelo contrário, o país atravessava uma certa prosperidade), revolta camponesa (iniciou-se nos centros urbanos),  foi massivamente popular (não ocorreu devido a conchavos políticos ou militares), foi um movimento religioso contra um Estado Laico (geralmente é o contrário) e foi relativamente não violenta. De qualquer forma, o xá foi deposto.

Iran Revolution 1979
Imagens da revolução islâmica iraniana

Um comentário em “Breve história do Irã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s