CAPOEIRA NA REPÚBLICA DOMINICANA

Continuando com o projeto que venho desenvolvendo de escrever sobre capoeira nos países o qual venho viajando, cheguei à República Dominicana e comecei a procurar contato de uma escola de capoeira. Entrei em contato com um professor de Capoeira chamado Kazan e qual não foi a minha surpresa ao descobrir que ele era do Alemar, mesma escola de Capoeira do Minhoca, professor que encontrei na Romênia e cujo bate papo eu publiquei aqui.

O encontrei pelo link da escola dele no Facebook, o Alemar Capoeira RD.

Marcamos de nos encontrar em uma praça de Santo Domingo e comecei a ouvir a história do Kazan em um bate papo que foi muito legal. 

Ele é de Goiânia e me contou que se mudou para República Dominicana há quase 14 anos atrás acompanhando uma tia que era diplomata e que para ele era quase como uma mãe. Até ali, ele já tinha 16 anos de capoeira pois havia começado a treinar porque tinha uma pequena alteração física nas pernas que a prática de atividade física ajudava a mitigar. Quando perguntei se ele era mestre de capoeira, ele me explicou que era professor e que não era como grande parte dos capoeiristas que saem do Brasil e viram “mestres de avião”. O cara é um professor no Brasil, mas quando está no avião indo em direção a Europa se torna mestre por si só já que no exterior ninguém tem como checar a história pregressa dele. Isso acaba por se tornar um problema para imagem da Capoeira fora do Brasil, afinal, um Zé Mané qualquer se intitula Mestre e compromete um trabalho que é sério. Minhoca, na Romênia, já tinha me contado isso também. 

Assim que ele chegou na República Dominicana, tentou encontrar, mas não achava uma escola de capoeira, então começou a treinar sozinho no parque. Um desses dias enquanto estava treinando no Parque um cara que estava fazendo um cooper se aproximou dele e disse que se interessou por aquilo que ele estava fazendo e pediu algumas aulas. E assim começava a história do Kazan na Capoeira em Santo Domingo. A turma começou a crescer pelo boca-a-boca e também devido a algumas apresentações que eles faziam por intermédio da Embaixada brasileira em festivais e eventos. Depois de uns 8 meses ele já tinha por volta de 20 alunos e começou a dar aula em uma academia em Santo Domingo, sempre angariando mais alunos por meio de apresentações que lhe davam muita exposição. Ele inclusive já participou de propagandas, fez participação em filmes e até um documentário da NetGeo: 

Porém nada contribuiu mais para bombar a imagem dele e de sua escola do que a participação que ele fez no clipe Taboo do Don Omar, onde ele participa do enredo do menino que conhecia a estrela do clipe desde os tempos de infância. Ele aparece lutando capoeira na praia: 

Apesar de eu não ter a mínima ideia de quem era esse Don Omar, ele é um cantor porta-riquenho super famoso e essa música do clipe inclusive foi a música tema do Velozes e Furiosos que foi filmado no Rio, ou seja, o cara bombou federal. Além de que o deixou muito feliz pelo reconhecimento na capoeira. Depois disso ele participou até do Programa “O mundo segundo os Brasileiros” na República Dominicana: 

No vídeo acima, é interessante que ele fala um pouco sobre como é andar de carro público na República Dominicana, algo que eu vou explicar melhor quando for escrever sobre Sósua. 

Ou seja, o Kazan já era praticamente uma celebridade e eu só um blogueiro atrevido, hahahahahah. 

Depois de um tempo já dando aula em Santo Domingo, Kazan, como grande parte dos professores de capoeira que conheci pelo mundo,  se uniu a dois empresários brasileiros (do Hotel Zapata), a Cristina e o Roberto (que também aparecem no “O Mundo segundo os Brasileiros”) e agora dá aula em um projeto social em Boca Chica, uma praia dominicana, que se chama Give Sweat (inclusive no vídeo que eu postei acima, mostra ele dando aula para a criançada). 

71fd48f8-a7d2-4c57-a689-c70a2b35c70e
Kazan com a Cristina e o Roberto

Eu vi no Kazan a felicidade que ele tinha tanto em falar da Capoeira quanto no reconhecimento que tinha trazido a ele e como isso era uma empolgação e uma felicidade que contagiavam. 

IMG-20180325-WA0005
Eu e o Kazan

Quem quiser conhecer mais sobre o Kazan e o trabalho dele, pode visitar o link da escola de capoeira dele o qual posto novamente o link:  Alemar Capoeira RD ou ter acesso ao canal que ele mantém no youtube:

Depois que eu voltei para o Brasil que eu fiquei pensando o tanto que escrever sobre capoeiristas e capoeira pelo mundo me fascina. Escrever sobre pessoas é algo muito surpreendente e me faz lembrar o Raul Seixas quando ele canta que “cada um de nós é um universo”. Um capoeirista iraniano, conheceu a Capoeira pelo Youtube e continua lutando para poder continuar a sua paixão pela arte de Bimba, Besouro e Pastinha, o outro, foi levado para a Europa Oriental para inicialmente participar de apresentações circenses e hoje tem escolas na Romênia e na Moldávia e o Kazan, que inicialmente foi acompanhando a tia, e hoje faz da República Dominicana lar e até contribui com educação de crianças em vulnerabilidade social. Em comum, os três tem a paixão pela Capoeira e são exemplos do poder transformador e resiliente que uma arte marcial que começou em seu contexto aguerrido e de luta, continua das senzalas para o mundo levando a cultura brasileira para todas as fronteiras desse globo terrestre. 

Salve a Capoeira… 

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
 
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
 
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
 
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s