Pousada Bonaparte, o terror de Maceió.

Assim, mas o que mais se destacou na nossa viagem foi a pousada que ficamos. O que, ela foi legal? Isso, um lugar perfeito pra você se hospedar se quiser se irritar. Ou hospedar aquela sogra ou seu cunhado folgado. Cara, sem noção! Eu posso falar pra você com conhecimento de causa, afinal, já fiquei em diversas pocilgas no mundo inteiro. Mas essa pousada me deixou impressionado, se destacou. Uma coisa é você ficar num bangalô decrépito em uma ilha da Tailândia como o vídeo abaixo:
Mas aí você entende, é uma região isolada em um país não muito rico e você, by the way, tá pagando 6 reais por noite pra ficar em um quarto sozinho. Outra coisa é pagar 28 reais em uma pousada na quinta maior cidade do Nordeste, com toda a infraestrutura necessária, em um quarto com mais OITO camas e UM BANHEIRO e, bem, não ter direito nem a um colchão. Sim, isso mesmo que você leu! Não havia SEQUER COLCHÃO no nosso quarto! E a gente dormia em que¿ Bem, era tudo menos em um colchão. Cara, aquilo era algo entre uma espuma e uma caixa de ovos. Dá só uma olhada no que dormíamos:
Primeira foto
Bicho, sério, eu já cheguei a pagar um dólar pra dormir em duas pessoas no Nepal quando viajava com a CoraçãoGelado. O quarto não tinha nada, mas pelo menos tinha malditos dois colchões pra podermos deitar em cima. Qualquer lugar que eu viajava, seja na Ásia, seja no inferno, eu sabia que o lugar que iria ficar não poderia ter muita coisa, mas um colchão era o mínimo que eu TINHA CERTEZA que iria conseguir. Colchão é o mínimo que você pode colocar um ser humano pra dormir, abaixo disso você vira, sei lá, um cavalo ou uma geladeira sendo transportada em um caminhão, mas  não um ser humano. Cara, sério mesmo, aí vai mais uma foto, diz se não parece uma espuma que a galera utiliza pra poder colocar embaixo de geladeira em caminhão de mudança.
Sim, a gente dormia em cima disso
Pera, não para por aí. Além de todo esse conforto de dentro dos quartos, ainda tinha o atendimento. Cara, o dono do lugar, um francês, era muito, mas MUITO ignorante! Bicho, chegou um momento que eu achava que ele imaginava me fazendo um favor e não prestando um serviço. O bicho era ignorante! Mas era grosso que só parede de igreja. Você ia perguntar uma coisa pra ele, ele te respondia com sarcasmo e com uma grosseria que nos impressionava. Só pra vocês terem uma ideia, segue um diálogo que eu tive com a simpatia:
– Oie amigo, tudo bom¿ Então, só agora que eu fui perceber, as suas tomadas já são naquele novo padrão de três furos e o carregador do meu celular é no de dois furos. Tu não terias um adaptador pra eu carregar meu celular não¿
– São cinco reais amigo.
– Cinco reais por um “T”?????
– São cinco reais amigo.
– Brother, acho que eu não tou sendo tão claro, eu não quero comprar, eu tou querendo usar só por uma hora pra eu poder carregar meu celular.
– São cinco reais, amigo.
– Cara, peraí! Será se a gente pode ter um pouco de bom senso aqui¿
– São cinco reais, amigo.
– Cara, eu tou hospedado aqui! Eu tou PAGANDO por esse lugar!
– Amigo, comecei a vender depois que eu emprestava e depois ninguém me devolvia.
– Deixa eu ver se eu entendi. Você tá alegando que eu posso roubar o seu T?
– São cinco reais, amigo! – e virou de costa e me deixou falando sozinho.
Cara, aquilo me deixou tão, mas tão revoltado! Porra, eu tava pagando pra ficar na pousada do figura e o cara tava me “usurando” um adaptador! E ainda me chamou de ladrão! É por essas e outras que eu falo! Cara, se for a Maceió, NÃO SE HOSPEDE na Pousada Bonaparte. Eles, a Pousada Bonaparte, se aproveitam de pessoas que fazem reservas pela internet, que não tem conhecimento de como é aquela pocilga, pra poder cobrar o que querem e prestar um serviço como aquele. Cara, vou gastar um certo tempo da minha vida, mas vou fazer o que puder pra fazer com que ninguém volte a ter uma experiência desagradável como a que eu tive. Vou visitar todos os fóruns de mochileiros, albergues, o que for! Mas esse maldito “T” vai sair bem mais caro pra aquele francês ignorante do que ele pode imaginar. Ele vai aprender que as vezes o barato pode sair bem caro 😉
Caso queiram saber o site do pardieiro, é só clicar no link abaixo:
Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.
Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

3 comentários em “Pousada Bonaparte, o terror de Maceió.

  1. Camarada, sou de bsb também e estou indo a Maceió semana que vem. Estava pensando em ficar nessa pousada bonaparte.
    Pesquisando sobre ela, acabei achando seu blog e, após ler seus comentários sobre a mesma, comecei a procura por outra pousada novamente…hehe

    Valeu pelo alerta!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s