CAPOEIRA EM YEREVAN, CAPITAL DA ARMÊNIA

Seguindo com o projeto de escrever sobre capoeira pelos países os quais fui passando, entrei em contato com um professor de capoeira na Armênia. Ele se chamava Sergey e marcamos no seu local de treino.

Ele me contou que ouviu falar da capoeira lá pelos idos do começos do anos 90. Durante esta época a Armênia ainda enfrentava dificuldades devido ao colapso da União Soviética e também ao fim da guerra com o Azerbaijão. Durante esses tempos, a TV era um dos poucos meios de informação disponíveis, por isso ele, assim como Igor, o professor de capoeira da Ucrânia, também ficou sabendo da capoeira por meio do filme “Only the Strong” (que em português foi traduzido como “Capoeira, jogo sangrento”) que ele assistiu em 1998. Mais uma vez, apesar do filme ter sido um fracasso de bilheteria, vê-se que ele contribuiu bastante para a divulgação da cultura de capoeira para cantos bem longe do Brasil.

Durante esta época, ele já tinha treinado um pouco de judô, servido ao exército armênio e por isso procurava algo mais interessante e que se encaixasse a ele e a capoeira pareceu ser algo muito ao que ele buscava. Porém, ninguém lecionada capoeira na Armênia durante aquela época. Apenas em 2008, dez anos depois, conheceu pela Armênia um cara que morava na Rússia, mas tinha viajado ao Brasil e aprendido capoeira por lá, chegando até mesmo a conseguir uma faixa. Esse cara ensinou capoeira para Sergey. Em menos de seis meses ele voltou para Rússia e Sergey terminou por continuar treinando capoeira sozinho, assistindo sozinho vídeos no youtube, lendo livros, fazendo downloads e coisas assim de forma autodidata.

Mais e mais pessoas começaram a saber de um cara que dava aulas de capoeira na Armênia e começaram a chegar para treinar com ele. Por volta de 2011 e 2012, um outro russo se mudou para lá e começou a dar aulas pra ele de graça. Ele era um instrutor do Axé Capoeira e Sergey começou a treinar como um louco com ele, aprendendo tudo o que podia, no máximo de aulas possíveis, pois nunca sabia até quando ele iria ficar por Yerevan. Com ele Sergey pegou a primeira corda já em 2012, no seu primeiro batizado.

Depois de um tempo, a própria embaixada do Brasil, seguindo o seus programas de divulgação da cultura brasileira, começou a contribuir com ele bancando a vinda de instrutores para Yerevan para realização de seminários e batizados.

Hoje a capoeira não é a sua principal atividade, é um hobby, às vezes dá um lucro pequeno, mas na maioria das vezes dá prejuízo que ele tem que tirar do bolso dele (mais ou menos como o Serginho da Moldávia (se quiser saber mais, clique aqui). Hoje ele tem uma turma entre sete ou oito alunos que tiveram conhecimento dele por meio do Facebook pesquisando sobre a arte marcial ou devido ao personagem Eddy Gordo do jogo de luta Tekken.

cap1cap2cap04

Gostou do post? Então curta nossa página no www.facebook.com/omundonumamochila para sempre receber atualizações.

Quer entrar em contato direto com o autor ou comprar um livro? Clique aqui e tenha acesso ao nosso formulário de contato!
Quer receber as atualizações direto no seu e-mail? Cadastre-se na nossa mala direta clicando na caixa “Quero Receber” na direita do blog
Se gostou das fotos, visite e siga nosso Instagram para sempre receber fotos e causos de viagens: www.instagram.com/omundonumamochila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s